quinta-feira, 17 de abril de 2014

Após problema no nariz, Alvaro Pereira treina mascarado no CT

Lateral-esquerdo participa da atividade com uma proteção no local e será escalado para a estreia no Brasileirão, contra o Botafogo, no Morumbi


O lateral-esquerdo Alvaro Pereira treinou nesta quinta-feira, no CT da Barra Funda, com uma máscara para proteger o nariz. O jogador levou uma pancada no rosto na partida contra o CSA-AL, semana passada, pela Copa do Brasil, e chegou a preocupar os médicos. 

O objeto, aliás, é personalizado e vem com a inscrição “Pali”, referência ao apelido do ala: Palito. Pereira participou normalmente da atividade com bola dirigida pelo técnico Muricy Ramalho e atuará na estreia no Brasileirão, contra o Botafogo, domingo, às 16h, no Morumbi.

O uruguaio vem recebendo cuidados médicos desde o fim da partida frente aos alagoanos. Ele foi examinado três vezes e acabou conseguindo evitar a realização de uma cirurgia corretiva. O jogador temia que a operação pudesse prejudicá-lo na disputa por uma vaga na seleção de seu país na Copa do Mundo. 
Titular absoluto, Alvaro Pereira continuará usando a máscara nos próximos dias e na abertura do Campeonato Brasileiro. No ano passado, ele passou por um problema semelhante e também atuou com a proteção durante o período em que defendeu o Inter de Milão. 


Globo Esporte

Alexandre Pato volta a campo, mas treina na equipe reserva do São Paulo

Recuperado de dores musculares, atacante é preservado pelo treinador, mas deve ser titular no duelo contra o Botafogo. Boschilia fica com a vaga


Depois de dois dias ausente, Alexandre Pato voltou a treinar com bola, nesta quinta-feira à tarde, no CT da Barra Funda. O atacante, porém, foi escalado pelo técnico Muricy Ramalho na equipe reserva do São Paulo. A vaga dele ficou com o garoto Boschilia, reforçando o setor de criação.

Alexandre Pato no treino do São Paulo (Foto: Marcello Zambrana / Agência Estado)

A alteração é apenas uma precaução em virtude de Pato ter ficado ausente das últimas atividades por conta de dores musculares. Ele tem grandes chances de ser titular na estreia no Campeonato Brasileiro, contra o Botafogo, domingo, às 16h, no Morumbi.
- Hoje treinei com o grupo! Me senti super bem! Recuperando muito bem. Nada Grave. Foco no domingo! Abraço a todos, galera! - publicou Pato em rede social.
Muricy fez também uma troca na defesa. O zagueiro Rodrigo Caio, servindo a seleção sub 20, deu lugar a Paulo Miranda. O defensor, contudo, retorna na sexta-feira e deve ser escalado ao lado de Antônio Carlos na primeira partida da competição nacional.
O lateral-esquerdo Alvaro Pereira treinou com uma proteção no nariz. O uruguaio levou uma pancada no local contra o CSA, semana passada, pela Copa do Brasil, mas não precisou realizar cirurgia. Ele deve usar uma máscara durante a partida para evitar complicações

O treinador deve decidir a formação inicial no treino de sexta-feira pela manhã. A atividade foi transferida da Barra Funda para o estádio do Morumbi. Muricy quer ensaiar a equipe no palco do jogo.


Globo Esporte

Titular outra vez, Osvaldo espera acabar com jejum no Brasileiro

Atacante marcou seu último gol no Brasileirão em outubro de 2012 e foi pouco utilizado por Muricy no segundo turno do ano passado. Agora, espera vida nova

O Brasileirão vai começar no próximo domingo para o São Paulo, no duelo contra o Botafogo, no Morumbi, às 16h. Para o atacante Osvaldo, titular ao lado de Luis Fabiano, é a chance de acabar com um longo jejum: ele não marca gols pelo campeonato nacional há 31 jogos. Mais precisamente desde 21 de outubro de 2012, na vitória do Tricolor por 2 a 0 sobre o Atlético-GO, em casa. 


De lá pra cá, Osvaldo viu sua situação no time oscilar muito. No Brasileirão do ano passado, ele não marcou nenhuma vez nos 27 jogos em que foi a campo. De titular no início da competição (com Ney Franco e Paulo Autuori), o jogador terminou o ano em baixa com Muricy Ramalho e disputou apenas oito partidas no segundo turno - foi titular em cinco e entrou três vezes no decorrer do jogo.

Osvaldo São Paulo (Foto: site oficial / saopaulofc.net)

- Em 2012, eu fiz um ótimo Brasileirão, mas ano passado realmente eu não fui bem. Meu número de gols na temporada (cinco) foi muito abaixo do que eu esperava - reconhece.
Osvaldo passou quase 11 meses sem marcar entre 2013 e 2014. Seu jejum chegou ao fim no Paulistão deste ano, na vitória por 4 a 0 sobre o Mogi Mirim, no Morumbi, em janeiro. 

Depois deste gol, seu momento no clube melhorou. Ele marcou mais duas vezes e, devagar, garantiu uma vaga entre os 11 titulares de Muricy Ramalho. 
No próximo domingo, ele formará ataque ao lado de Luis Fabiano. Mesmo com a chegada de Alexandre Pato, Osvaldo não perdeu sua vaga  - o colombiano Pabón foi para a reserva.


- Minha meta é continuar fazendo o que eu fiz nesses primeiros meses de 2014. Claro que eu não posso só pensar em dar assistências, porque o atacante precisa de gols também. Quero aumentar meus números e jogar o máximo que eu puder neste Brasileirão - disse o atacante, no Tricolor desde o início de 2012.
Ao todo, Osvaldo já disputou 118 jogos pelo São Paulo e marcou 19 gols. Neste período, conquistou a Copa Sul-Americana, em dezembro de 2012.


Globo Esporte

Aidar quer criar fundo para contratar reforços e prevê Rogério Ceni técnico

Presidente eleito sugere colaboração de torcedores para investir no São Paulo e imagina goleiro e ídolo como substituto de Muricy quando técnico se aposentar



O presidente Carlos Miguel Aidar tomou posse na noite de quarta-feira no São Paulo. Em sua primeira entrevista coletiva, falou sobre a volta ao cargo que ocupou na década de 1980. Entre os principais pontos, disse que pretende criar um fundo de captação de recursos com a colaboração de são-paulinos para investir em grandes jogadores e confirmou a previsão do antecessor Juvenal Juvêncio sobre o futuro de Rogério Ceni, que deverá se aposentar no fim deste ano.   
- Ele será um dos maiores treinadores do futebol brasileiro.   
Juvenal Juvêncio e Carlos Miguel Aidar votação São Paulo (Foto: Alex Falcão / Ag. Estado)


Confira os principais pontos da entrevista:

DESISTÊNCIA DA OPOSIÇÃO
- Foi uma disputa eleitoral até quase o último minuto do jogo, quando houve a desistência. É um reencontro com o São Paulo. A vitória eleitoral se daria de qualquer maneira. Fico muito triste porque eles fizeram uma campanha de mais de um ano e desistiram nos últimos minutos. Foram horas de trabalho, promoção, publicidade, empenho, luta, corpo a corpo, custos altos para o São Paulo montar aquela estrutura eleitoral para o cidadão parar de brincar. Pareceu uma brincadeira de muito mau gosto.   
Essa cobertura traz o São Paulo para a modernidade dos estádios padrão Fifa
Carlos Miguel Aidar
 KALIL
- Eu o tinha em bom conceito, era um amigo que eu trouxe para o São Paulo, assim como o Leco, o Juvenal, o Marcelo Portugal Gouvêa. São todos crias minhas. De repente, ele se afasta um ano antes, vira oposição depois de 11 anos na diretoria jurídica, e no último momento sai do ringue. Fiquei muito decepcionado com sua atitude. Acho que o São Paulo não merecia isso.   
COBERTURA
- Há duas arenas novas chegando ao mercado brasileiro, as do Corinthians e do Palmeiras. Essa cobertura traz o São Paulo para a modernidade dos estádios padrão Fifa. A arena multiuso proporcionará todos os grandes espetáculos: eventos, shows, competições, tênis, lutas de MMA, orquestras, vestibulares, encontros religiosos. É uma pena porque se não tivermos isso aqui, as outras duas serão palcos dos grandes eventos. O Morumbi vai servir apenas para o São Paulo mandar seus jogos, nada mais.   
O QUE REPETIR DA GESTÃO DOS ANOS 80?
- Um entrosamento maior da base com o profissional. As categorias de baixo tinham o mesmo modelo do time principal, os treinadores eram obrigados a ver os treinos do time principal. Quero trazer de volta o time aspirante, que fazia preliminares antes dos jogos da equipe principal. É uma oportunidade de preparar um menino da base, usar um jogador que está voltando de lesão ou punido por cartões. Isso mantém um time em atividade.   
Carlos Miguel Aidar vota eleição São Paulo (Foto: Carlos Augusto Ferrari/GloboEsporte.com)Carlos Miguel Aidar durante a primeira entrevista coletiva no cargo (Foto: Carlos Augusto Ferrari/GloboEsporte.com)

NOVAS DIRETORIAS
- Quero criar uma diretoria comercial e uma de relações institucionais. Ainda não tenho nomes. Criarei uma diretoria feminina que será da Mara Casares (esposa de Júlio Casares). E vou adiantar um só nome para que cessem as especulações. O vice-presidente do clube, no lugar do Leco, será o Roberto Natel. Espero até o fim do mês anunciar todos os diretores.   
Ele será o que quiser, mas jamais será um diretor. A visão de jogo que ele tem, os comentários que faz do time do São Paulo. Ele vai ser, sem dúvida, um dos maiores treinadores do futebol brasileiro
Carlos Miguel Aidar
 DIRETORIA DE FUTEBOL 
- O Ataíde (Gil Guerreiro) foi meu opositor há 30 anos, depois ficamos amigos. Para ser vice, é preciso ser conselheiro vitalício, e ele é um. Mas não posso falar com ele antes de conversar com o Juvenal e o João Paulo. Quero ver se defino a diretoria de futebol até esse fim de semana para apresentar aos jogadores. Não sei se conseguirei até domingo, mas vou tentar.   
CONTRATAÇÕES
- Quero criar um fundo de captação de recursos de investimentos para o São Paulo. Não é para dar a terceiros. Qualquer são-paulino que puder dispor de um, mil ou um milhão de reais pode investir. O fundo soma recursos para comprar jogadores, vender e remunerar esses cotistas, manter jogadores cujos salários fogem da realidade.   
ROGÉRIO CENI
- Ele será o que quiser, mas jamais será um diretor. A visão de jogo que ele tem, os comentários que faz do time do São Paulo. Ele vai ser, sem dúvida, um dos maiores treinadores do futebol brasileiro. Espero que venha ser no São Paulo quando ganhar experiência, maturidade, passar pelo exterior. Talvez o Muricy já esteja cansado de ganhar títulos no São Paulo e queira parar. Acho que o Rogério tem perfil, é líder, entende de futebol, sabe analisar comportamento, entende motivação e garra. Ele é diferente, por isso é o Rogério Ceni, o maior ídolo da história do São Paulo.   
BASE OU REFORÇOS?
- O ideal seria formar um time inteiro na base. O São Paulo tem um orçamento de 28 milhões de reais na base. Isso não quer dizer que o time todo precise ser formado na base. Se houver oportunidade de trazer um grande jogador, tenha 31, 32, 33, 34 anos, vamos trazer.


Globo Esporte

Chineses compram CT e São Paulo é quem deve administrá-lo



Shandong Luneng, clube da China, adquiriu o centro de treinamento do Desportivo Brasil-SP, da Traffic, e negocia com o Tricolor uma parceria para gerir o local





A parceria com o Shandong Luneng (CHI) deve render ao São Paulo o domínio de um dos maiores centro de treinamentos do país. O clube chinês acaba de comprar o CT de Porto Feliz, antes pertencente ao Desportivo Brasil-SP, da empresa Traffic, e deve passar a administração para o Tricolor. As conversas estão encaminhadas e as partes discutem o modo como o negócio seria gerido.

A intenção dos chineses é usar o 'know how' do São Paulo com formação de jogadores jovens para garimpar talentos e reforçar o Luneng. Por trás do investimento, está o desejo de popularizar o futebol no país com mais habitantes no mundo.

E MAIS:
>Após incômodo muscular, Alexandre Pato volta, mas treina com os reservas
>BLOG da TV: Pato muda estilo e vira reforço de peso São Paulo


O projeto, inicialmente, prevê a formação de garotos chineses, mas a intenção é mesclar com jovens brasileiros. Pela parceria, o São Paulo, além de poder utilizar algum talento revelado, levaria parte dos lucros em futuras negociações.

Quem conduziu a compra do CT foi o empresário Joseph Lee, amigo do ex-presidente tricolor Juvenal Juvêncio e parceiro do clube paulista em negócios recentes. O intercâmbio, aliás, pode ter participação de Juvenal.

Há algum tempo os chineses tentam convencer Juvenal a ajudá-los a abrir as portas do país oriental para o futebol. O ex-presidente do São Paulo, que passou o cargo a Carlos Miguel Aidar na última quarta-feira, já recusou, mas o quadro pode mudar.


Longe da cadeira principal do São Paulo, Juvenal deve ficar mais perto de Cotia, sede das categorias de base do Tricolor e a menina dos olhos de seus oito anos de gestão. Com isso, na esperança dos chineses, também ganharia tempo para se dedicar ao projeto de Porto Feliz, cidade do interior de São Paulo que abriga o CT comprado.

O centro de treinamento adquirido pelos chineses tem 156 mil metros quadrados e cinco campos oficiais de futebol. O local conta com departamento médico, fisiológico, fisioterapia, academia e alojamento para mais de 200 garotos. A estrutura vai receber a seleção de Honduras na preparação para a Copa do Mundo.

A parceria do São Paulo com o Shandong existe desde o fim do ano passado. O intercâmbio até o momento se restringe à base. O Tricolor envia profissionais à China e também recebe garotos no CT de Cotia. Atualmente, o técnico Sérgio Baresi, que chegou a comandar o time profissional em 2010, está trabalhando no clube oriental. No início do ano, o São Paulo negociou o atacante Aloísio com o Shandong.


LanceNet

Souza diz que São Paulo tem elenco para levar o título do Brasileirão



Volante exalta o elenco tricolor, destaca dificuldade da competição e quer foco para que situação do ano passado não se repita

Souza - Treino do São Paulo (Foto: Ale Cabral/LANCE!Press)



O São Paulo segue em preparação para a estreia no Campeonato Brasileiro, que acontecerá neste domingo, contra o Botafogo. Com novos reforços para a competição, o Tricolor espera não passar o sufoco que passou no ano passado, quando ficou boa parte do campeonato na zona da degola. Apesar de não estar na equipe que passou por essa situação, Souza destacou a dificuldade do Nacional e comentou a chegada de Hudson, outro volante para o time de Muricy Ramalho.

- Sabemos que é um campeonato que o São Paulo tem tradição. Não é uma coisa comum o que aconteceu no ano passado. Queremos voltar a fazer o torcedor feliz, é o que almejamos. Sabemos que temos elenco para ser campeão - disse, e completou:

E MAIS:
>Após incômodo muscular, Alexandre Pato volta, mas treina com os reservas
>BLOG da TV: Pato muda estilo e vira reforço de peso São Paulo

- O Hudson é um menino muito humilde. Está trabalhando bastante. Se destacou. Sabemos da qualidade que tem. Vem trabalhando. Creio que na hora certa, quando o Muricy achar ele vai colocar. Estamos muito bem servidos de volantes. O Brasileirão é muito grande, tem a Copa do Brasil, vamos precisas de todos os jogadores.

Recém-chegado do Botafogo-SP, Hudson assinou contrato com o São Paulo até o fim da temporada e já treina com o grupo desde terça-feira.

Outro jogador que chegou para reforçar o Tricolor no Brasileirão é Alexandre Pato. Após ficar três dias consecutivos sem treinar por conta de um incômodo muscular na coxa esquerda, o atleta voltou às atividades nesta quinta-feira. O atacante marcou seu primeiro gol com a camisa do clube na semana passada, no Morumbi, na vitória do São Paulo por 3 a 0 sobre o CSA-AL, que garantiu a classificação do São Paulo para a segunda fase da Copa do Brasil.

- Ele (Pato) está feliz. Voltou. Creio que não sentiu dor, ficou até o fim. Mesma coisa, feliz, alegre, está confiante depois do gol na partida no Morumbi. Acima de tudo está com essa confiança - destacou Souza.

O São Paulo estreia no Campeoanto Brasileiro neste domingo, contra o Botafogo, às 16h, no Morumbi.


LanceNet

São Paulo afasta Cañete e argentino deve jogar fora do Brasil



Meia segue o caminho de compatriota Clemente Rodríguez e vai treinar em Cotia enquanto não é negociado pelo clube do Morumbi. Volante Fabricio também já tinha sido afastado




Cañete - São Paulo (Foto: Tom Dib/LANCE!Press)



O argentino Marcelo Cañete se juntou ao compatriota Clemente Rodríguez e ao volante Fabricio e foi afastado do elenco principal do São Paulo. O trio terá de treinar no CFA Laudo Natel, em Cotia, até encontrar um novo clube. O futuro do jogador deve ser os Emirados Árabes Unidos, de onde tem recebido sondagens. No Brasil, o interesse de clubes foi tímido.

Aos 24 anos de idade, completados na última quarta-feira, o meia foi contratado pelo Tricolor durante a temporada de 2011, mas sofreu com graves lesões e nunca recebeu sequência. No início deste ano, Muricy Ramalho chegou a elogiá-lo e prometeu testes como titular, mas o jogador atuou por apenas 45 minutos na vitória de 2 a 0 sobre o Botafogo-SP, na última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista.

E MAIS:
> Boschilia busca espaço no São Paulo para começo do Brasileirão
> Hudson diz estar pronto para estrear pelo São Paulo no domingo


Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o volante Souza falou sobre o afastamento do companheiro e minimizou o assunto.

- Não tenho que opinar. É uma decisão da direção e a gente é funcionário, tem que acatar. O ambiente não muda tanto, mas a gente tem que ser funcionário. A gente é pago para cumprir ordens. Ficamos chateados porque são amigos, mas a direção achou melhor afastá-los e precisamos respeitar sempre e dar o nosso melhor - afirmou.

O São Paulo pagou 3 milhões de dólares, R$ 6,7 milhões na época, para contratá-lo do Boca Juniors (ARG). Cañete chegou com o status de sucessor de Riquelme.



LanceNet

Aidar inicia nova gestão 30 anos após primeiro mandato no São Paulo



Sucessor de Juvenal Juvêncio tomou posse no dia 17 de abril de 1984 para iniciar fase vencedora no comando clube: títulos no Campeonato Paulista de 85 e no Brasileiro de 86




Juvenal Juvencio e Carlos Miguel Aidar (Foto: Eduardo Viana/Lancepress)


O dia 17 de abril passou a ser ainda mais especial para Carlos Miguel Castex Aidar, que venceu a eleição presidencial no São Paulo na última quarta-feira. O dirigente inicia seu terceiro mandato à frente do Tricolor para suceder Juvenal Juvêncio exatamente 30 anos após tomar posse pela primeira vez no clube, no ano de 1984.

Logo no segundo ano desse mandato, Aidar conduziu o time formado pelos Menudos do Morumbi, (Pita, Silas, Sidney, Müller e Careca) ao título do Campeonato Paulista de 1985. Já em janeiro de 1987, os são-paulinos se consagraram bicampeões brasileiros em vitória épica contra o Guarani nos pênaltis, em partida válida pelo torneio nacional de 1986.

E MAIS:
> Boschilia busca espaço no São Paulo para começo do Brasileirão
> Hudson diz estar pronto para estrear pelo São Paulo no domingo


A data também é celebrada por Juvenal Juvêncio. Em 2006, também em um dia 17 de abril, o presidente tricampeão brasileiro consecutivo deu início a vitorioso e controverso mandato no Morumbi. Já em 1956, foi Cícero Pompeu de Toledo quem tomou posse: era o começo do sexto mandato do mandatário que dá nome ao estádio tricolor.


LanceNet


Hudson diz estar pronto para estrear pelo São Paulo no domingo



Volante treinou todos os dias desde que chegou ao Tricolor e deixa decisão sobre enfrentar o Botafogo na estreia do Campeonato Brasileiro nas mãos do comandante Muricy Ramalho




Último reforço contratado pela diretoria liderada por Juvenal Juvêncio, Hudson não vê a hora de entrar em campo pelo São Paulo pela primeira vez. O volante está desde segunda-feira integrado ao elenco tricolor e afirma estar à disposição de Muricy Ramalho para enfrentar o Botafogo neste domingo, às 16h, na estreia do clube no Campeonato Brasileiro.

- Foram três dias seguidos de treinos intensos e, aos poucos, estou adquirindo o ritmo ideal. Se o professor Muricy optar por me levar, estou pronto e à disposição - destacou o novo camisa 25 do São Paulo.

Volante Hudson assinando contrato com SPFC ( Foto: Divulgação/Site oficial )

E MAIS:
> Boschilia busca ter espaço no São Paulo para o começo do Brasileiro
> Por Dentro do Tricolor: Campeão em 86, Pepe celebra volta de Aidar

E um dos segredos de Hudson para ganhar espaço rapidamente no Tricolor é a rapidez com que se enturmou com os colegas de time. Na atividade da última quarta-feira, um jogo-treino disputado com o Grêmio Barueri também colaborou para que o entrosamento na equipe venha mais cedo do que o imaginado pelo ex-jogador do Botafogo-SP.

- Já estou conhecendo melhor a rapaziada e buscando o entrosamento. No jogo-treino, consegui me movimentar bem e me ambientar ao grupo. Acredito que, com o tempo, poderei render ainda mais - afirmou.

LanceNet