sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Centurión vibra após acerto com São Paulo: 'Passo muito importante'



Argentino acertou com o Tricolor por quatro temporadas. Equipe do Morumbi adquiriu 70% dos direitos econômios do meia-atacante por cerca de R$ 12,7 milhões




VaiVém - Centurión




Após confirmar acerto com o São Paulo, na última madrugada, por quatro temporadas, o meia-atacante Centurión, ex-Racing, comemorou sua transferência para o Tricolor. Segundo o argentino, que já se despediu de seus companheiros em Avellaneda, a ida para a equipe do Morumbi é um grande avanço dado na sua carreira.

- Já me despedi dos companheiros. Falei com Cocca e com Milito e eles me entenderam. É um passo muito importante para minha carreira. Vou contente e saindo pela porta da frente. Queria dar algo à torcida e fiz isso com o título do Campeonato Argentino. Estou mais maduro e tranquilo. Quero jogar e dar meu melhor pelo São Paulo - disse o jogador ao canal argentino TyC Sports.

E MAIS:
>São Paulo chega a acordo com Racing (ARG) e contrata Adrian Centurión
>VÍDEO Michel Bastos tenta de todo jeito, mas não vaza Ceni


O jogador também agradeceu a torcida do seu ex-clube que, segundo o meia-atacante, apoia nos moentos bons e ruins.

- Vou agradecido. Saio pela porta da frente e sei que ela estará aberta para que eu volte a esse clube maravilhoso. Sempre falei que é uma torcida que te apoia nos bons e maus momentos - concluiu.


O São Paulo pagou cerca de R$ 12,7 milhões por 70% dos direitos econômicos do jogador. A chegada do argentino ao Brasil deve acontecer até a manhã deste sábado e no começo da próxima semana ele fará exames médicos.

Com a chegada de Centurión, Muricy Ramalho agora conta com Cafu, contratado da Ponte Preta, além de Ademilson e Ewandro, ambos revelados na base são-paulina.


LanceNet

Próximo de renovar, João Paulo torce por chance ao lado de Luis Fabiano

Destaque do São Paulo na Copinha, atacante de 18 anos espera oportunidade no profissional, mas reconhece concorrência da pesada no ataque tricolor


Vice-campeão do Prêmio Gessé do Globo Esporte por ter feito um gol olímpico contra o Atlético-MG, João Paulo foi um dos destaques da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O desempenho chamou a atenção dos rivais, mas o São Paulo já se mexe para manter o atacante no Morumbi. Em visita ao Globo Esporte desta sexta-feira, o jogador de 18 anos se mostrou confiante no acerto.
- A situação é boa. A gente está conversando, entrando em acordo e está tudo certo. Acho que vou permanecer no São Paulo - disse João Paulo, que deve se reunir com a diretoria tricolor ainda nesta semana para selar o acordo. Seu contrato com o clube encerrou-se dia 25, e tanto Corinthians quanto Palmeiras chegaram a procurá-lo.
Com sete gols na Copinha, o camisa 9 do São Paulo foi foi vice-artilheiro do torneio júnior, mas ainda não tem perspectiva de subir para o time profissional. Na equipe de Muricy Ramalho, a concorrência no ataque é grande, com nomes de peso como Luis Fabiano, Alan Kardec e Alexandre Pato. 
João Paulo gol São Paulo, Copinha (Foto: Miguel Schincariol / Ag. Estado)

- Não vou negar que tenho expectativa (de ser aproveitado no time principal agora). Todo jogador que disputou a Copinha tem. Acho difícil por ter grandes jogadores na minha posição, os melhores do Brasil. Mas a esperança é a última que morre, então vou acreditar sempre - declarou o jogador, que, apesar do apelido de Hulk, descarta semelhanças com o atacante do Zenit e usa Luis Fabiano como inspiração.
- O Luis Fabiano é um ídolo para mim. Nas redes sociais, ele sempre dava apoio para nossa equipe, me parabenizava pela Copinha. Me espelho nele.


Globo Esporte

Reserva no São Paulo, Pato receberá chances: "Acredito nele", diz Muricy

Fora do time titular desde o início da pré-temporada, atacante receberá oportunidades em breve, segundo o treinador. "Gosto muito dele. Não desisto desse tipo de jogador"

O torcedor são-paulino questiona insistentemente nas redes sociais: por que Alexandre Patonão joga? A pergunta foi feita ao técnico Muricy Ramalho na entrevista coletiva desta sexta-feira, no CT da Barra Funda. Confirmado como reserva para a estreia do Paulistão diante do Penapolense, domingo, às 17h, no interior, o atacante receberá oportunidades em breve, segundo o treinador.
Alexandre Pato São Paulo (Foto: Site oficial do SPFC)
- Com certeza terá oportunidades. Não desistimos dele. É muito bom jogador. Gostamos muito dele. Esse tipo de jogador eu não desisto nunca. Ainda acredito, assim como naquela fase que não estava bem (em 2014). E aí precisa ter sequência, porque entrar só 10 ou 15 minutos é duro. Sei disso. Ele sabe que quando entrar no time precisa dar a resposta. Acho que quando der a oportunidade ele vai agarrar. Acredito muito nele - disse Muricy.
No ano passado, Pato fez 12 gols em 44 jogos. Os números só o colocaram atrás de Luis Fabiano, artilheiro do time com 20 gols. Ainda assim, o presidente Carlos Miguel Aidar declarou no fim de 2014 que queria mais rendimento do jogador para nesse ano.
Sem Pato, o Tricolor está confirmado para o primeiro jogo com: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Edson Silva e Carlinhos; Denilson, Maicon, Thiago Mendes (direita), Alan Kardec (centro) e Michel Bastos (esquerda); Luis Fabiano. As principais baixas são Souza e Ganso. O camisa 10 sentiu um desconforto muscular, e o volante segue com um hematoma na canela direita, fruto de uma pancada sofrida no amistoso contra o Flamengo, no último domingo.

Globo Esporte

Muricy ressalta drible e aprova iminente contratação de Centurión

Técnico do São Paulo diz que argentino perto de ser acertado tem perfil desejado pelo clube. "Não se dribla mais no futebol e precisamos desse jogador", afirma


Centurión, do Racing, está próximo de acertar sua transferência para o São Paulo. Depois de o técnico Diego Cocca, do time argentino, admitir a perda iminente, foi a vez de Muricy Ramalho falar sobre a provável contratação. Depois de perder Dudu para o rival Palmeiras, o treinador vê no atacante o perfil desejado.
- Vejo muito o Campeonato Argentino. O Centurión está atuando desde os 18 anos, jogou fora (no Genoa, da Itália). Chama atenção pela velocidade e pelo drible, que hoje é raro no futebol. Não se dribla mais e precisamos desse jogador. Ele oscilou um pouco no começo, por ser muito jovem, mas tem o perfil que estávamos buscando. Tentamos o Dudu. Mas ainda não temos a notícia da contratação, então não dá para afirmar algo - disse Muricy.
Depois de ter recusada a primeira oferta de € 4 milhões (R$ 12,5 milhões) por 70% dos direitos econômicos, o São Paulo recebeu uma contraproposta do Racing. O clube argentino pediu € 4,9 milhões (R$ 14,2 milhões) por 70%, mas também está disposto a negociar 100% do atleta por valor similar ao da multa rescisória € 6,5 milhões (R$ 19,5 milhões).
Após perder Dudu para o Palmeiras, o Tricolor economizou aproximadamente € 3,5 milhões (R$ 11 milhões). Além disso, o clube vendeu Osvaldo para o Al-Ahli, da Arábia Saudita, por R$ 5,4 milhões. Assim, tem dinheiro para investir na contratação do jogador de velocidade pedido por Muricy.
Além de um atacante, o Tricolor também buscava um zagueiro canhoto. Balanta, colombiano do River Plate, não será cedido, pois o clube argentino recusou a oferta são-paulina. Ainda assim, Muricy não vê elenco fechado.

Ricardo Centurion Nestor Breitenbruch  Independiente x Racing (Foto: Getty Images)
- Nunca se fecha grupo. Não tenho essa de grupo, família... Família está na minha casa. Estamos sempre abertos a entradas e saídas de jogadores. Futebol é negócio. Mas precisa ser alguém dentro do perfil que precisamos - finalizou.
O Tricolor estreia neste domingo no Paulistão contra o Penapolense, às 17h, no interior. O time terá: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Edson Silva e Carlinhos; Denilson, Maicon, Thiago Mendes, Alan Kardec e Michel Bastos; Luis Fabiano. Souza, com hematoma na canela, e Ganso, com desconforto muscular, estão fora do jogo.


LanceNet

Alan Kardec diz que está preparado para fazer função de Ganso

Atacante treinou um pouco mais recuado nesta sexta-feira e deve atuar na posição
na estreia do São Paulo no Campeonato Paulista, domingo, contra o Penapolense


Após perder a vaga no time para Jonathan Cafu, o atacante Alan Kardec voltou a ganhar espaço entre os titulares do São Paulo. No treino desta sexta-feira, no CT da Barra Funda,Muricy Ramalho deu nova oportunidade ao jogador, que cumpriu o papel de Paulo HenriqueGansoe atuou mais recuado. Em entrevista ao "Redação SporTV", Kardec disse que a posição não é novidade e garantiu que está pronto para atuar no setor na estreia do Tricolor no Campeonato Paulista, domingo, contra o Penapolense.   
- Vai de acordo com as formações. Ele pode optar por um homem mais rápido, às vezes um time mais compacto, e hoje (sexta-feira) acabamos treinando e eu atuando na posição que o Ganso estava fazendo com mais frequência. Para mim não é nenhuma novidade, é algo que já fiz, já vinha fazendo de acordo com o que pudesse ajudar minha equipe. Tivemos um bom aproveitamento e, se necessário, estarei preparado para domingo - disse.
Michel Bastos Alan Kardec São Paulo (Foto: Divulgação/saopaulofc.net)Alan Kardec diz que está pronto para atuar em nova função (Divulgação/saopaulofc.net)
Para o jogador, que no último jogo-treino foi reserva, as chances no Campeonato Paulista serão importantes para tentar recuperar um lugar  entre os 11 antes da estreia na Libertadores, dia 18 de fevereiro. Kardec fez questão de destacar a importância do Estadual para o clube, embora saiba da grande expectativa para a disputa continental, especialmente pela possibilidade de ter um clássico contra o Corinthians logo na estreia - o adversário sai do duelo entre Timão e Once Caldas. 

- Muito se fala em relação a Libertadores, os torcedores comentam muito nas ruas, quando temos esse contato, mas tem que se respeitar muito o Campeonato Paulista, é um campeonato muito valioso, campeonato que tem grandes equipes do nosso estado e que vale muito. Tem que se respeitar muito, tem que saber administrar Paulista e Libertadores, sabendo que a Libertadores começará somente dia 18. Os resultados que vierem a acontecer não vão interferir muito. Um clássico na libertadores é sempre legal, mas não somos nós que escolhemos adversários - afirmou. 
Na entrevista coletiva após o treino, Muricy confirmou a ausência de Ganso contra o Penapolense. Assim, o time do treino deve ser confirmado como titular, com Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Edson Silva e Carlinhos; Denilson, Maicon, Thiago Mendes, Kardec e Michel Bastos; Luis Fabiano. A partida é domingo, às 17h, em Penápolis. 

Globo Esporte

Muricy confirma ausências de Ganso e Souza na estreia do Paulistão



Treinador do São Paulo colocou como fator fundamental para as lesões dos jogadores a forte pré-temporada realizada pelo clube e o pouco tempo de descanso






O treinador do São Paulo, Muricy Ramalho, confirmou as ausência do volante Souza e do meia Paulo Henrique Ganso na estreia do Paulistão, no próximo domingo, diante do Penapolense. Sem sequer treinar nesta sexta-feira, os jogadores fizeram tratamento com os médicos são-paulinos, separado do grupo. De acordo com técnico tricolor, problema se deve pela forte pré-temporada.

E MAIS:
>Sem Ganso e Souza, São Paulo treina jogadas ensaiadas e finalizações
>Activo: O São Paulo ainda precisa de mais um zagueiro

LANCE!TV:
> Michel Bastos tenta de todo jeito, mas não vaza Ceni > Alô, tricolor! Veja quem pode ser destaque do São Paulo no Paulistão

- Não devem jogar. O Ganso sentiu um pouco a perna. Precisa fazer mais reforço. Vamos deixá-lo para quarta-feira (contra o Capivariano). O Souza também. Tentou treinar e inchou muito. Temos de tomar cuidado na parte física. Por isso esses jogadores vão ficar fora. Preparação física foi dura, com muitos jogos-treinos e pouco tempo para descanso - disse o comandante.

Com a ausência dos meio-campistas, Muricy testou esquema com três volantes, com Denílson e Maicon mais recuado, e Thiago Mendes aberto pelo lado direito do campo. O treinador explicou as diferanças da equipe com mais marcadores e sem Ganso.

- O Maicon tem boas chegadas pelo lado do campo. Já o Thiago chega com muita facilidade para o gol, é muito ativo na frente. Com esse time fica um pouco mais veloz, agente ganha na pegada, é um time com mais velocidade, chegando pelas laterais do campo. Mas claro que na outra a gente perde o passe do Ganso, perde no jogar bem o futebol - opinou o técnicos são-paulino.

Além de Ganso e Souza, Muricy Ramalho não contará com Rodrigo Caio e Daniel, que seguem se recuperando de lesões, o zagueiro Breno, e o lateral-direito Auro, na Seleção Brasileira sub-20.

LanceNet

Sem Ganso e Souza, São Paulo treina jogadas ensaiadas e finalizações



Muricy Ramalho, parando o treino a todo instante, trabalhou time titular contra reserva. Cafu, que havia colocado Kardec no banco de reservas, treinou na equipe dos suplentes nesta sexta-feira







O São Paulo focou o treino da manhã desta sexta-feira, no CT da Barra Funda, em jogadas ensaidas. Com Muricy Ramalho bem participativo e parando as atividades a todo instante, o Tricolor trabalhou com três volantes na equipe titular. As baixas no CT foi a ausência do meia Ganso e Souza, que nem sequer entraram em campo.

O armador passou por um fortalecimento muscular na academia do CT e deve ser desfalque na estreia do Paulistão. Outro a não estar no primeiro jogo deve ser o volante, que havia participado dos treinos da última quinta-feira, e também ficou de fora nesta sexta, tratando de um hematoma na canela direita e preocupa mais para o confronto diante do Penapolense.

E MAIS:
>Sem Ganso e Souza, São Paulo treina jogadas ensaiadas e finalizações
>Activo: O São Paulo ainda precisa de mais um zagueiro

LANCE!TV:
> Alô, tricolor! Veja quem pode ser destaque do São Paulo no Paulistão

Thiago Mendes (Foto: Reginaldo Castro/LANCE!Press)

Na primeira parte do treinamento, Muricy separou a equipe em titulares e reservas. A equipe principal entrou com Bruno, Toloi, Edson Silva e Carlinhos na parte defensiva; Denilson, Maicon, Thiago Mendes e Michel Bastos no meio, e Alan Kardec e Luis Fabiano no ataque. Cafu, que havia colocado Kardec no banco, ficou entre os suplentes.
Parando a atividade diversar vezes, o treinador focou nas jogadas ensaidas, trabalhando triangulações com Bruno passando pelas costas do lateral-esquerdo, além da infiltração de Michel Bastos pelo lados esquerdo. Enquanto isso, os goleiros, Ademilson e Rodrigo Caio, os dois últimos exercitando a parte física, se localizaram separado do grupo são-paulino.
Já na segunda parte, o treino foi de finalizações. Os atacantes passaram a treinar finalização de média e curta distância, além do cabeceio dentro da área.



LanceNet

São Paulo chega a acordo com Racing e contrata Centurión por quatro anos

O São Paulo chegou a um acordo com o Racing nesta sexta-feira e fechou a contratação do meia Ricardo Centurión - foram adquiridos 70% dos direitos econômicos, por 4,2 milhões de euros (cerca de R$ 12 milhões). O jogador defenderá o clube do Morumbi por quatro temporadas – o reforço pode ser o último da equipe para a temporada 2015. 
"Sim, houve acordo", confirmou ao UOL Esporte o presidente do Racing, Victor Blanco.
O próprio jogador já se despediu dos companheiros argentinos. "Saio feliz do Racing. Vou jogar no São Paulo. Me despedi hoje (sexta-feira) dos meus companheiros. Eu os desejo o melhor nesse ano. Todos entenderam e sabem que será um passo enorme na minha carreira", disse, em entrevista à emissora TyC Sports.
A proposta inicial do São Paulo foi de 4 milhões de euros, por 70% dos direitos econômicos do jogador. O clube argentino, porém, não concordou com os valores, e pediu um pouco mais

O treinador Muricy Ramalho, na manhã desta sexta, já tinha elogiado o jogador. "É um jogador que tem o drible né, hoje em dia não se dribla mais. Acompanho muito Campeonato Argentino, ele joga desde os 18 anos, já foi para fora do país. Tem o perfil que nós queremos".
Centurión é o sétimo reforço do São Paulo para a temporada: já haviam sido contratados os laterais Bruno e Carlinhos, o zagueiro Breno, o volante Thiago Mendes, o meia Daniel e o atacante Jonathan Cafu. Os dois laterais e o volante serão titulares na estreia da equipe no Paulistão, no domingo, diante da Penapolense.


Uol Esporte

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

No ano final de contrato, Fabuloso diz que não é hora de falar em renovação

Atacante diz ter saúde para jogar mais quatro anos e deixa no ar a possibilidade de encerrar a carreira vestindo a camisa da Ponte Preta, equipe que o revelou

Luis Fabiano começou 2015 da mesma maneira que terminou 2014: titular e marcando gols. O atacante deixou sua marca na vitória por 2 a 1 sobre o Vasco, na última sexta-feira, e participou do primeiro tempo do confronto do último domingo, contra o Flamengo, ambos os jogos pelo Torneio de Manaus.

Após ter iniciado a sua nona temporada com a camisa do São Paulo, o Fabuloso quer mostrar que ainda tem lenha para queimar. Ele sabe do interesse do Tricolor em renovar o vínculo, mas quer esperar para ver como tudo vai acontecer.

- Esta temporada tem tudo para ser especial, até porque pode ser minha última, afinal tenho mais um ano de contrato. Há o interesse do São Paulo e o que posso dizer é que não tenho motivo para sair daqui e ir jogar em outro clube do futebol brasileiro. Vamos deixar o tempo passar para ver qual será a possibilidade de estender o contrato – afirmou o camisa 9,  em entrevista concedida à Rádio Globo.
Luis Fabiano São Paulo (Foto: site oficial / saopaulofc.net)

Sincero, o Fabuloso diz que sempre se imaginou encerrando com a camisa do São Paulo. Mas essa situação mudou recentemente.
- Recentemente, recebi uma ligação de Campinas, a Ponte Preta tem muito interesse em que eu volte a vestir a camisa de novo por pelo menos uma temporada. É tudo muito cedo para se pensar, mas seria uma possibilidade de encerrar onde tudo começou. Mas, por enquanto, penso em esticar ao máximo minha permanência no São Paulo - ressaltou.
Sou sempre um cara que quer vencer, não aceito a derrota. No ano passado, fui expulso uma vez e esse ano será diferente. Espero não ser expulso nessa temporada"
Luis Fabiano
 Aos 34 anos, Luis Fabiano quer continuar jogando enquanto puder produzir em alto nível. Ele deixa claro que não existe a menor possibilidade de alcançar Rogério Ceni, que segue jogando aos 42 anos. 
- Com toda sinceridade, não (dá para igualar o goleiro). Dá para pensar em chegar aos 38, se estiver me sentindo bem e jogando em alto nível. Não aguento mais do que isso - afirmou. 
O atacante é o terceiro maior artilheiro da história do São Paulo, com 199 gols. Ele está 34 gols atrás de Gino Orlando e 43 atrás de Serginho Chulapa, que é o principal goleador. Por ter apenas mais um ano de vínculo, ele diz ser impossível alcançar o líder.
- Já teve ano em que fiz mas do que isso (46 em 2003), mas era bem mais novo, tinha mais tempo para recuperar e se jogava muito mais.
Luis Fabiano São Paulo (Foto: Rubens Chiri / site oficial do São Paulo FC)

Para fechar a entrevista, o jogador falou sobre uma segunda meta que  tem para 2015: a de fechar o ano sem receber cartão vermelho.
- Já respondi muitas vezes e assim mesmo ficam perguntando. Faz parte do trabalho, todos sabem do meu temperamento. Sou sempre um cara que quer vencer, não aceito a derrota. No ano passado, fui expulso uma vez e esse ano será diferente. Espero não ser expulso nessa temporada - finalizou.

Globo Esporte