sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Foco no clássico


Fala galera tricolor, um salve a todos vocês,

Domingo o São Paulo enfrenta mais uma pedreira lá em Itaquera contra o Corinthians em busca do título. E como na última rodada o time vai estar desfalcado mais uma vez; Na quarta estava sem Kaká suspenso e domingo estará sem Pato, que não pode enfrentar seu ex time por motivos contratuais.

Para suprir (ou pelo menos tentar) a falta de Pato que faz boas partidas consecutivas, Muricy contará com a volta de Luís Fabiano, artilheiro do time nesta temporada, que já voltou a jogar na derrota contra o Coritiba, depois de se recuperar de uma lesão na coxa direita. Mas a dúvida entre Michel Bastos ou Luís Fabiano ainda rola na cabeça de Muricy. Michel entra sempre bem nas paridas, mas mesmo sem ritmo de jogo Luís Fabiano é favorito. O que pesa a seu favor é o fato de ser matador nas partidas contra o Corinthians, são 8 gols em 12 partidas.

Com o Fabuloso e Alan Kardec em campo a formação do time deve mudar. Alan Kardec deixa de ser o último homem de referência e deve jogar mais pelos lados.

Outra dúvida para o jogo de domingo é Rogério Ceni, que não treinou nessa sexta-feira e seguiu com seu tratamento no joelho. E a oportunidade de nós Tricolores de vermos novamente Rogério Ceni, Kaká e Luís Fabiano juntos em campo vai ficando pra depois.

Agora é trabalhar para  ajeitar as falhas cometidas no último jogo, que foram muitas, e focar no clássico, ir com força total pra cima do Corinthians pra sair de lá com a vitória, e seguir com a caça à raposa.


Um grande abraço, e até a próxima!

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

O Campeão voltou?


Salve tricolores!

O campeão voltou, o campeão voltou! Isso foi cantado com força pelos 58 mil torcedores no domingo em que jogamos o fino da bola pra cima do Cruzeiro, porém, ontem na fria capital do Paraná o que se viu não foi um campeão. Foi um time longe de ser time de guerreiro.

Apático! Talvez seja a melhor definição pro que foi o jogo contra o coxa-branca. Fator Kaka? Cabeça no clássico? Síndrome de Robin Hood? Time cansado? Não sabemos. A única coisa que podemos afirmar é que pra ser campeão não da pra perder pontos pra quem está na luta contra a degola.

Somos o time da fé, é claro, e como São Paulinos vamos acreditar sempre, mas o time precisa colaborar. Jogou uma sequencia de jogos fora por simplesmente achar que iria ganhar a qualquer momento, e no futebol, como bem diz nosso treinador, a bola PUNE!

O lado positivo foram o retorno de Luís Fabiano e a ausência de cartões que poderia prejudicar o clássico. Mas clássico é clássico, o time dos empates vira firme pra empatar mais uma e nós simplesmente não podemos nos dar ao luxo de perder pontos! A verdade é que faltam 16 rodadas e o Cruzeiro ainda vai perder pontos, mas se não fizermos a nossa parte, o campeão então, não terá voltado!



Até a próxima! Tamojunto! 

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Relembrar, e ir em busca de reviver o sonho mais uma vez.


Aos Tricolores é muito bom relembrar o Tri-campeonato Brasileiro consecutivo de 2008, a onde o São Paulo se consagrou Hexa-Campeão. Vamos relembrar o Campeonato considerado irregular, alguns jogadores importantes, e uma verdadeira reação do Elenco.





Mesmo não sendo um ano muito bom para os 'Tricolores' após sermos eliminados pelo rival Palmeiras e na Libertadores o time foi eliminado só por times nacionais (Inter na decisão de 2006, Grêmio nas oitavas-de-final de 2007 e Fluminense nas quartas de 2008). O elenco cresceu na reta final e ficou com a taça pela sexta vez. Com destaques de Hernanes, Miranda sem citar Rogério Ceni e entre outros.
            

O São Paulo é o único time campeão a conquistar por três vezes consecutivas. Até hoje, apenas quatro times tiveram a chance de obter esse rótulo e não conseguiram êxito: Palmeiras ( Campeão em 1972/1973 e 1993/1994) Internacional (1975/1976), Flamengo (1982/1983) e Corinthians (1998/1999).  
Em 2008 mesmo sendo considerado um ano regular para o São Paulo ficou com a taça pela sexta vez, a terceira consecutiva.

                                                      

Mesmo sendo alvo de criticas Muricy Ramalho conseguiu mais uma vez consagrar história no clube, se igualando a Minelli naquele ano sendo os únicos técnicos a levantarem a taça por três vezes consecutivas. Somadas as Criticas que sucederam a eliminação do São Paulo no Campeonato Paulista e da Libertadores, e tendo o seu cargo ameaçado por várias vezes agravando a situação na chegada do Brasileirão. No entanto, após ter perdido para o Grêmio, na primeira rodada do returno o São Paulo deslanchou conseguindo tirar a vantagem de 11 pontos considerada por muitos impossível, terminando o campeonato na ponta da tabela, levantando a taça pela terceira vez consecutiva.



Hernanes conhecido como o 'Profeta' teve papel importante no título de 2008 pelo São Paulo, jogando pelo São Paulo ganhou o prêmio de Bola de Prata como melhor volante. Convocado pela seleção, e sendo um ótimo jogador o tecedor São-Paulino sente com certeza a falta desse jogador excepcional que sem dúvidas foi o destaque daquele elenco campeão em 2008. Hoje jogando no Internazionale, com certeza tem uma carreira promissora pela frente. E todos 'Tricolores' sabem da sua paixão pelo clube, e sonham com a sua volta.


Sua chegada não poderia ser melhor, logo em 2007 ao lado de Breno e Alex Silva, Miranda foi campeão Brasileiro formando uma sólida defesa que passou 9 jogos consecutivos sem levar gol.
Em 2008 no segundo turno formou zaga ao lado de Rodrigo e André Dias e ficou os ultimos 18 jogos invictos se consagrando assim campeão. Peça chave na reação do grupo naquele ano, seria outro jogador extraordinário para ter novamente, principalmente nesse ano de 2014 a onde a defesa do São Paulo não tem mais a mesma eficácia



Realmente seria impossível não falar do goleiro Rogério Ceni, que assim como a zaga teve papel importante na reação do time naquele ano. Aos já muitos títulos conquistados pelo são-paulino Rogério esse seria mais um para engordar o seu curriculum cheio de histórias. Com certeza para maioria se não todos já sentem sua falta antes mesmo da sua aposentadoria, que já foi confirmada para o fim dessa temporada de 2014, não só embaixo das traves mas também na confiança que o Capitão passa ao elenco e sem contar nas batidas de faltas e cobranças de penalidades.

> VEJA O JOGO QUE O SÃO PAULO FOI CAMPEÃO



Hoje o Cruzeiro com uma pequena vantagem em cima do 'Tricolor' já faz todo torcedor pensar no tão sonhado sétimo título. E a torcida ter motivos sólidos para cantar 'O campeão Voltou' a onde nesses últimos anos acabou não dando muita sorte, vindo após eliminações ou derrotas que acabaram afastando o time da busca ao título.
O 'Tricolor' só depende dele, e de uma pequena soma de resultados do Cruzeiro, que um time como o São Paulo na cola do líder assusta, e ninguém há de negar que  sempre têm aquela famosa 'secadinha' nos jogos do líder e em todos os outros abaixo da tabela.
Seria muito bom ver o 'Quarteto-tricolor' deslanchar de vez, e seguir a estabilidade nos jogos. Todos acreditam que quando o meio e o ataque funcionam a defesa não tem que se preocupar muito, porque até mesmo Kaká tem retornado para ajudar na marcação, já que a defesa certamente ainda assusta o torcedor são-paulino, principalmente naquela bola parada.Todos aguardam ansiosamente o desfecho desse campeonato brasileiro, aonde depois da última rodada acabou ficando mais disputado por enquanto ainda não dá para apontar quem levantará a taça. E todo torcedor sonha com a volta do time na Libertadores, e todos nós sabemos como é o São Paulo em campeonatos internacionais, não é mesmo?





Apresentação e pré-jogo Coritiba x SÃO PAULO

Fala Nação Tricolor;

Vamos para uma breve apresentação, meu nome é Maicon Marques, tenho 26 anos, sou estudante de Arquitetura e Urbanismo, e sou apaixonado pelo Maior Clube do Mundo, o São Paulo Futebol Clube.
Fui convidado para escrever semanalmente para vocês aqui no Morumbi News, então toda Quarta-feira estarei por aqui.
Minha ideia é sempre fazer um "pré-jogo", dando a possível escalação, estadio onde acontecerá o jogo, trio de arbitragem, e tudo que achar interessante compartilhar com os leitores, e claro, vou dar minha opinião e pitacos sobre o que pode acontecer no jogo e o que na aconteceu na semana do Tricolor.
Imagem: SPFC em Cartaz

Vamos ao Jogo de hoje:

Campeonato Brasileiro- 22ª rodada
Jogo: Coritiba (18º) x SÃO PAULO (2º) 
Estadio: Couto Pereira
Arbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva
Bandeiras: Alessandro A. Rocha de Matos, Fabio Pereira

Último confronto: SÃO PAULO 2 x 2 Coritiba (03/05/2014)

O Tricolor enfrenta o Coritiba fora de casa com toda a vantagem moral para chegar lá e passar por cima do Coxa.
Sem poder contar com Kaká (suspenso pelo terceiro amarelo), que está jogando o fino da bola, Muricy provavelmente escalara em seu lugar o polivalente Michel Bastos, o time pode perder um pouco do comando que o titular da ao elenco, mas acredito que Muricy trabalhou isso durante os dias de treino, e pelo menos tecnicamente Michel irá suprir a falta do nosso meia.
Outra dúvida é a presença do M1TO em campo, o arqueiro viajou para o jogo, mas sente dores. Mesmo se ficar de fora, vai estar junto no vestiário, motivando e cobrando cada jogador que estiver vestido com o manto sagrado.
Essa semana ganhamos a presença do nosso "matador", Luis Fabiano foi relacionado e pelo que conhecemos dele, deve estar com fome de gol e com saudades da torcida gritando seu nome! LU-IS FABI-ANO, estamos com você Fabuloso!

Que os São Paulinos que estiverem no estadio gritem e empurrem o time o jogo todo, temos time para vencer trazer os 3 pontos para casa, e continuar a escalada ao primeiro lugar do campeonato

A provável escalação será:

Rogério Ceni (Denis); Auro, Rafael Toloi, Edson Silva e Alvaro Pereira; Denilson, Souza, Paulo Henrique Ganso e Michel Bastos; Alexandre Pato e Alan Kardec.


Gostaria de agradecer a equipe do Morumbi News pela oportunidade, e espero corresponder com as expectativas dos leitores.


Abraços Tricolores!


Créditos de imagem: SPFC em cartaz (que está fazendo um belíssimo trabalho) https://www.facebook.com/spfcemcartaz


domingo, 14 de setembro de 2014

Na raça e na bola!



Nada melhor que estrear aqui no blog depois de uma vitória como essa! Aos que acompanharam o jogo transmitido pela tv aberta, meus pêsames, perderam um confronto que justifica a expectativa de "final antecipada", sobretudo pela intensidade que o tricolor impôs na partida.
Muricy, que recém completou 1 ano a frente do tricolor, foi fundamental para o bom desempenho diante do líder do campeonato, anulou a jogada de bola aérea que tanto assustava a nação tricolor, tanto pela eficiência cruzeirense quanto pelas costumeiras falhas da defesa ao longo do campeonato, além disso acertou o posicionamento do time no segundo tempo, não dando espaço para o criativo meio campo da raposa, aproximando também o quarteto de ataque e controlando a partida nos momentos certos.
O primeiro tempo começou com as equipes se respeitando, rifando a redonda e pouco se arriscando no ataque,  levando perigo apenas nos chutes de fora da área. Na metade da primeira etapa, o Cruzeiro conseguiu adiantar a marcação e recuperar a posse de bola ainda no campo do tricolor, criando chances principalmente por encontrar espaço no meio de campo com a aproximação do Everton Ribeiro com os homens de ataque do time, criando uma ótima oportunidade em que o M1TO espalmou o arremate do R. Goulart.
Aos poucos o time foi se encontrando e criando as jogadas de ataque que já estamos acostumados a ver e antes mesmo do lance do pênalti em cima do Ganso, já dava mostras de que poderia abrir o placar. Pato e Kardec conseguiam a essa altura do jogo segurar mais a bola no ataque, permitindo a aproximação dos meias.
E foi justamente em uma jogada envolvendo esse setor que nasceu o pênalti, passe do Pato (aquele abraço Jadson!) e movimentação do Ganso que só foi parado de maneira faltosa pelo Dedé, que deveria ser expulso. Nosso ídolo maior não perdoou, batida segura, seca e no meio do gol, incendiando os mais de 58 mil torcedores presentes no templo tricolor!
Dai em diante o domínio foi todo do São Paulo, que se superava na parte defensiva com atuações impecáveis dos laterais e da dupla de zaga. Com muita segurança e disposição, foram rara as vezes em que o Cruzeiro levou a melhor nas bolas divididas e alçadas na área tricolor.
No segundo tempo, o time manteve o a pegada defensiva e valorizou a posse de bola, levando susto apenas em erros individuais. Primeiro na saída de bola errada do nosso capitão que permitiu que o Cruzeiro construísse uma jogada perigosa no chute do Everton Ribeiro, depois no vacilo do Tolói, em que o zagueiro tropeçou na frente do Ricardo Goulart que passou para M. Moreno chutar de forma bisonha pra linha de fundo.
Mas ai veio um daqueles sinais de que a sorte tricolor definitivamente mudou, numa bola parada, tão eficiente do Cruzeiro e tão temida pela nação são paulina, Kardec finalizou depois de uma defesaça do Fábio, marcando o segundo gol tricolor na partida, dando tranquilidade pro time que já via o adversário abatido.
O time de Minas ainda assustou no final do jogo em um chute de fora da área, mas que não foi nem notado pela torcida que já fazia a festa e comemorava a vitória que nos coloca na briga pelo título.

Destaques

Muricy: Quer entender a importância que ele têm nesse momento da equipe? Faça o seguinte, pegue o vt do primeiro jogo dele dessa ultima passagem a frente do São Paulo, contra a Ponte Preta no ano passado quando brigávamos pra não cair e compare com o time que ganhou brilhantemente da Raposa hoje. Ele formou um grupo competitivo e encontrou uma maneira de jogar, muito eficiente novamente hoje, contra um time que não perdia desde a oitava rodada do campeonato.

Auro: Nem parece que fez apenas o terceiro jogo entre os profissionais, mostra muita personalidade e técnica. Parece que enfim acabou a nossa maldição da lateral direita.

Denilson: Um monstro no meio campo, roubando e entregando com qualidade as bolas, nem parece o volante afobado e faltoso que vinha sendo desde o ano passado.

Edson Silva: O melhor em campo pra mim, que desde quarta perdia o sono pensando em como ele poderia marcar os rápidos atacantes do Cruzeiro.

Kaká: Tô quase mandando um cheque (sem fundo) pro Orlando City, esse cara não pode ir embora no fim do ano.

Torcida: Fez o que já é de costume, compareceu em massa e empurrou o time pra mais uma vitória. Da mesma maneira que ela ajudou o time a não cair no ano passado, pode impu
lsionar rumo ao titulo esse ano.

Bom resto de domingo para toda a nação tri campeã mundial.

Saudações tricolores!





Vitória sobre o líder Cruzeiro mantém sonho do título vivo, afirma Muricy

Para o técnico, bater os mineiros em casa era a chance de o São Paulo continuar como candidato à taça do Campeonato Brasileiro. "Merecemos o resultado", afirmou



A vitória sobre o Cruzeiro por 2 a 0, neste domingo, no Morumbi, manteve o sonho do título ainda vivo no São Paulo. Foi assim que o técnico Muricy Ramalho definiu o resultado que reaproximou sua equipe do líder do Campeonato Brasileiro. A distância agora é quatro pontos, mas chegaria a dez em caso de derrota em casa.
- A nossa chance, se quisesse ter o sonho do título, era hoje, apesar de que ainda falta muito campeonato. Esse time (Cruzeiro) é e continua sendo o melhor do Brasil. Fizemos um bom jogo, marcamos e respeitamos o rival. Merecemos o resultado – disse o treinador.
 Após 21 jogos, o São Paulo tem 42 pontos, contra 46 da equipe mineira, que sofreu nesta tarde apenas a sua terceira derrota na competição – todas longe do Mineirão, onde tem aproveitamento de 93,3%.
- Foi uma grande partida, era a nossa oportunidade de diminuir e conseguimos. Temos de continuar fazendo a nossa parte. Começamos mal no torneio, chegaram jogadores, saíram outros. O São Paulo é um time forte e consistente. Isso dá confiança – completou Muricy.
O Tricolor volta a campo na quarta-feira para enfrentar o Coritiba, uma das equipes que ocupa a zona de rebaixamento. O confronto será na casa do rival, às 22h. Para essa partida, o técnico não terá o meia Kaká, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo contra o Cruzeiro.
Confira os principais tópicos da entrevista de Muricy
TORCIDA
A gente até concorda que o futebol está ruim, mas temos de falar bem quando está bom. Vi alguns jogos que foi legal ver. Depois dos 7 a 1 (derrota da seleção brasileira para a Alemanha na Copa do Mundo), nada prestava. Lugar comum é falar que o futebol brasileiro é só porcaria. Às vezes temos jogos como hoje, outro dia teve Cruzeiro e Fluminense. Está tendo bons jogos. Temos esperança do futebol brasileiro melhorar.
QUARTETO
As pessoas e os jogadores que estão lá estão gostando de fazer o que estão fazendo. A nossa zaga hoje jogou muito. Quando se fala em quarteto, eles mesmo não acham isso. No nosso dia a dia cobramos muito deles porque os outros jogadores estão fazendo a diferença também. Além de serem grandes jogadores, estão se doando muito pelo time. Esses quatro, sem a bola, estão trabalhando muito. É difícil fazer eles entenderem, mas eles estão gostando. É um time, não é só o quarteto.
CRUZEIRO
A gente gosta do futebol bem jogado, e quem gosta disso gosta do Cruzeiro. É difícil falar se vai oscilar ou não. Acho difícil. Nessa competição tem de ter plantel para fazer o que estão fazendo. E eles têm. As demais equipes foram formadas durante a competição
LUIS FABIANO
Há espaço para todo mundo. Aqui é um plantel, não tem 11. Tem espaço para todo mundo. Só que quem está jogando não quer dar chance para ninguém. E é assim que tem de ser. Todo mundo está ralando, não tem esse negócio de dono. Aqui tem uma coisa muito importante que se chama São Paulo Futebol Clube. O resto é resto, que somos nós. Estamos preparando ele (Luis Fabiano), tem de ter paciência. Não pode ter recaída. Amanhã vou preparar outro treino para ele com a molecada. Ele sabe que vai ter de brigar muito, está vendo como o time está se portando.Ele vai voltar, não sei quando, mas vai voltar bem.
DESFALQUES: KAKÁ NA QUARTA E PATO NO DOMINGO 
Tenho de pensar no Coritiba, você vai me desculpar. Contra o Coritiba não dá, onde vou colocar ele (Luis Fabiano)? Estamos olhando com carinho. Tem jogadores que estão hoje no time que nem no banco ficavam. E hoje são titulares. Aqui é assim, eles sabem. Ele (Luis Fabiano) vai voltar na hora da certa. Mas não podemos mudar nossa maneira de jogar por causa de um jogador. Demoramos muito para achar isso. Não tínhamos um time, estávamos recuperando desde o ano passado. O São Paulo estava quase na segunda divisão, teve reformulação depois de janeiro. Não pode se entusiasmar. É legal, mas não aconteceu nada ainda.
EDSON SILVA E DENILSON
No futebol, o jogador está mal e o cara que está ao lado fala que não serve mais. É assim o futebol. As pessoas veem só quem está jogando bem no dia. Eu não sou assim, não desisto do jogador quando está fora. O difícil é quem está fora. Quem está jogando, beleza. Eles são os que mais treinam e não aparecem, porque não jogam. É o mais difícil para o atleta. Toda hora tem exemplo assim no nosso time, Denilson, Edson Silva... Não é simpatia ou favor nenhum. O Denilson voltou a jogar porque ele quis, porque ele brigou e voltou a treinar forte. A gente se perguntava como um cara que jogou tantas partidas no Arsenal não poderia jogar aqui. O técnico não tem ouvido para uns malas que tem ao lado. Não tem conversa aqui. O Edson também, às vezes nem no banco ficava. Ele é um cara que cumprimentava todo mundo, sempre de cara boa, e nem no banco ficava. E ia para o treino duro. Amanhã eu vou estar lá e vou treinar o time. Se eu não tivesse essa postura em todos os lugares que passei não ia ter recuperação. Eu penso diferente. A gente nunca pode desistir do jogador, desde que ele não desista dele. Não é que eu faço coisa boa, eles conseguiram os lugares deles pelo trabalho.
JOGO EMBLEMÁTICO
Parece que nós fomos contratado para ganhar a Sul-Americana, no ano passado, ganhar o Paulista. Não fomos contratados para isso. Foi para para tirar o São Paulo daquela que seria a maior vergonha da história (rebaixamento). No sentido moral e financeiro. E depois fazer uma reformulação em janeiro, que era muito difícil porque tinha muitos jogadores e eu precisava tirar, o que é a pior coisa para um treinador. E aí fazer um time para o Brasileiro. Agora está dando um pouco de liga. Vocês pedem, na Europa é assim, que o resultado não vem agora, mas vem depois. Não podemos nos entusiasmar. Não ganhamos nada. Recuperamos bem, mas fomos muito mal no começo do Brasileiro. Não tínhamos um time. Chegou Kaká e Kardec no meio da competição. Mas é legal ver o São Paulo jogando assim, é um gigante, ver o Morumbi como estava hoje. Isso é muito legal. 
CONVOCAÇÃO PODE PREJUDICAR
Não temo. Porque é o sonho do jogador. Nunca reclamei quando um jogador vai para seleção porque é o sonho deles, eu tenho de me virar aqui. O que mais me preocupa é a Sul-Americana. Ela que vai me arrebentar se eu não tiver cuidado. A viagem que vamos tentar fazer não é fácil. Já estamos fazendo, bloqueando passagem. A gente nem sabe para onde vai. Os caras anunciaram Huachipato contra não sei quem e íamos mandar um cara pro Chile, e de última hora não pode ir mais. É muita organizada essa competição. Isso preocupa a gente. Seleção não, porque é um sonho. Tomara que vão mesmo, porque estão merecendo. Perco o jogador aqui, mas não me importo com isso.
ROGÉRIO CENI
Ele está sempre reclamando de dor, não é novidade (risos).
Rogério Ceni São Paulo x Cruzeiro (Foto: Marcos Ribolli)
EMPOLGAÇÃO
Temos de ir um pouco para trás. Nessa altura do campeonato, como estávamos no ano passado, e o que é esse time hoje. Não é uma mudança de jogador de qualidade, é de cara que vestiu a camisa, que gosta de ir lá treinar e se comprometer com o clube. A torcida veio hoje porque estamos fazendo por merecer. Está dando gosto. É legal chegar ao CT de manhã e encontrar os caras para treinar. Ano passado era terrível. Ninguém dava bom dia. Estava no caminho certinho para ir para a Segunda Divisão. Você não tem de motivar ninguém. Não entendo essas coisas do futebol moderno. O cara tem um bom contrato e precisa de alguém pra motivar? Aqui não tem esse papo. Antes eles não tomavam lanche juntos, ontem todos estavam conversando. Não ficam com aquela porcaria no ouvido o tempo inteiro. Isso está dando gosto. Isso é o São Paulo que tem horário, disciplina, é um time de futebol, coisa que não tinha um tempo atrás. Tomara que ninguém atrapalhe. Está indo tudo certo, é só ninguém se meter. Às vezes no entusiasmo alguém solta alguma coisa e atrapalha.
EDSON SILVA
É verdade (foi o craque do jogo). O que esse cara jogou hoje, cabeceou o chão. E o Alvaro também, cabeceou o Denilson. Até falei para ele que esse aqui era amigo. A vontade dele contagia. O Edson sabe que tem dificuldade às vezes, sabe que é a chance dele. Ele está dando a vida porque sabe que, se vacilar, outro está ali para entrar no lugar dele. Concordo que o craque do time foi o Edson. 
AURO
O Auro foi chamado, entrou num momento difícil, que não é fácil entrar. Técnica ele sempre teve. Mas mostrou personalidade para jogar no Morumbi com 60 mil pessoas. Quando o Paulo voltar vai esperar também, é assim. Não tem cadeira cativa, não tenho mania ou jogadores. Eu respeito o jogador. Eles sabem que se for bem vai ter chance. 
POLÍTICA
Isso é com eles lá, problema político. Só não quero que venham no CT. Está tudo determinado, certinho, organizado, planejado. Deixa andar como está. É um relógio. Às vezes o cara quer mexer no relógio. Fora eu respeito, é uma coisa deles. Nós, como empregados, não podemos nos meter. 
TORCIDA
A gente estava precisando de alguns jogos desse jeito porque estávamos desanimados depois da Copa. O jogo de hoje foi muito intenso, de pegada forte e velocidade. Até os 90 minutos os dois times estavam correndo. Isso é muito legal ver no futebol brasileiro. Temos de tentar melhorar o nosso futebol que não está passando por um bom momento. São Paulo e Cruzeiro fizeram esse jogo porque têm bons times, bons jogadores, ótimo para os dois que estão na frente no campeonato. Não é de graça. 
muricy ramalho são paulo x cruzeiro (Foto: Marcos Ribolli)

AUSÊNCIA DO KAKÁ
Sabemos que vamos perder o Kaká em alguns jogos. Daqui a pouco vai chegar a planilha e ele vai ser o que mais correu. São sempre os mesmos que superam dez quilômetros. Denilson, Souza e Kaká. Ele se doa muito, estava marcando o lateral de 20 anos. Vamos ter de administrar também porque senão vamos arrebentar com ele. Ele está correndo demais e ele não se poupa, mas vamos dar um tempo. Faz falta como jogador e como líder dentro de campo, ele está ajudando muito, mas temos jogadores como Michel que podem entrar nessa posição.


Globo Esporte

Para Rogério, distância ainda é grande, mas torneio ganha "tempero"

Vice-líder, São Paulo fica a quatro pontos do Cruzeiro com vitória no Morumbi. "Fomos ligeiramente superiores hoje", afirma autor do primeiro gol tricolor




O São Paulo fez o que precisava para ainda se colocar como candidato ao título brasileiro: venceu o Cruzeiro em casa por 2 a 0 e diminuiu a vantagem do atual líder para quatro pontos, uma distância bem mais factível do que a de dez que os mineiros abririam se tivessem saído do Morumbi com um triunfo.
Para o capitão tricolor,Rogério Ceni, autor do primeiro gol na tarde deste domingo, ainda é longa a caminhada do seu time para superar o adversário na tabela, mas agora o torneio ganha uma nova cara.
São Paulo x Cruzeiro - Rogério Ceni bate pênalti (Foto: Marcos Ribolli)

- Dá uma nova vida ao campeonato. Quatro pontos ainda é uma vantagem enorme, mas dá um tempero. Se o Cruzeiro abrisse dez pontos, a briga ficaria apenas pelas vagas na Libertadores – afirmou o goleiro.
Com a vitória e os 42 pontos, o São Paulo não só se aproxima do ponteiro como abre uma boa vantagem na vice-liderança - são cinco pontos à frente do Internacional, que tem 37.
- É sempre bacana jogar contra times bons. Foi um duelo de muita energia, vitalidade, e fomos ligeiramente superiores hoje. O Cruzeiro é uma bela equipe. Fico feliz que esse excelente público tenha saído daqui feliz – completou Rogério.
O São Paulo continua a caça ao líder na quarta-feira, quando estará em Curitiba para enfrentar o Coritiba, às 22h, no Couto Pereira. Kaká, suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo no Morumbi, é desfalque certo para o técnico Muricy Ramalho.


Globo Esporte

Kaká reclama, recebe amarelo e desfalca o São Paulo em Curitiba

São-paulinos queriam a expulsão de Dedé no lance do pênalti em Ganso, no primeiro tempo da partida contra o Cruzeiro



O que era para ser um momento apenas de festa para o São Paulo na partida contra o Cruzeiro, neste domingo, no Morumbi, acabou se transformando em problema para o técnico Muricy Ramalho. Aos 33 minutos da primeira etapa, após Ganso ser derrubado na grande área por Dedé e o árbitro assinalar pênalti a favor dos tricolores, Kaká foi advertido por Leandro Vuaden com cartão amarelo, por reclamação (veja acima o vídeo do lance completo).
Os são-paulinos pediram a expulsão do defensor cruzeirense, que já havia recebido advertência aos sete minutos de jogo, após falta dura em Alexandre Pato. Até Dedé se mostrou surpreso por não ter recebido cartão vermelho.
– Acho que seria um justo outro amarelo para o Dedé, consequentemente a expulsão – afirmou o meia tricolor, ainda no gramado do Morumbi.

Kaká São Paulo x Cruzeiro (Foto: Marcos Ribolli)
– Vacilo meu, eu sabia que o Ganso é o cara que tem muita facilidade com a canhota. Eu deixei o pé e pegou ele. Se o árbitro me expulsasse ali ele não seria mau – completou o zagueiro cruzeirense.
Com a advertência, Kaká será desfalque para Muricy Ramalho na próxima rodada. O São Paulo viaja para Curitiba para enfrentar o Coritiba na quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.



Uol Esporte

Após vitória do São Paulo, Rogério Ceni reclama de dores no joelho



Goleiro chegou a mancar em determinados momentos da partida. Capitão vai conversar com médico do São Paulo para saber gravidade e preocupa para o próximo jogo



São Paulo vence 'decisão' contra o Cruzeiro no Morumbi (Fotos: Miguel Schincariol)






Após a vitória do São Paulo sobre o Cruzeiro, por 2 a 0, no Morumbi. Rogério Ceni tratou de deixar a torcida do Tricolor preocupada. O goleiro que chegou a mancar e levar a mão a perna esquerda durante a partida, reclamou de uma dor na parte posterior do joelho esquerdo e revelou que vai conversar com o médico do clube para saber da gravidade.

Autor do primeiro gol da partida, em cobrança de pênalti, o capitão preocupa para o próximo jogo contra o Coritiba, quarta-feira, no Couto Pereira. Desfalque certo para a partida é o meia Kaká, que levou o terceiro amarelo e vai cumprir suspensão.

E MAIS:

> Rogério Ceni destaca vitória do São Paulo: 'Dá nova vida ao campeonato'

> São Paulo marca bem e vence Cruzeiro em decisão do Brasileirão no Morumbi

LANCE!TV:

> Humilhou! Mayke dá lindo chapéu em Kaká no Morumbi

> Seria lindo! Ricardo Goulart surpreende Ceni e quase faz golaço

> Ganso e Kaká se irritam com sequência de faltas do Cruzeiro










O gol marcado por Rogério, foi o sétimo sobre Fábio, maior vitíma do camisa 1. Foi o quinto tento do goleiro no campeonato, terceiro artilheiro do time na competição, atrás de Pato com oito e Kardec com sete.



LanceNet