quarta-feira, 29 de outubro de 2014

PEGADA!

Fala Nação Tricolor,
Depois da arrasadora e convincente vitória pra cima do Goiás em casa por 3x0, em plena segunda-feira, com boa presença da torcida (31.991 mil no total), que de quebra viram mais um recorde quebrado pelo M1TO Rogério Ceni, para quem não sabe, ele se tornou o jogador com mais vitórias por uma mesma equipe no MUNDO. Luis Fabiano e Alan Kardec voltaram a marcar, notícia muita boa para todos nós, sabemos que ambos tem o faro do gol, e se a bola chegar, provavelmente vai dormir no fundo da rede. E tivemos um show de Michel Bastos, jogador que vem se mostrando muito útil e essencial para o time de Muricy.
O time vem mais embalado do que nunca para enfrentar a dura maratona de jogos que terá até o final do ano, a sequência não é fácil, mas temos tudo para ter um final de ano mais feliz.
Nesta quinta-feira, o MAIOR DO MUNDO recebe em nossa casa o Emelec, pelo primeiro jogo das Quartas de final da Sul-Americana, o Tricolor conta com a vantagem de jogar em casa, com a torcida a favor, e o time sem muitos problemas de desfalque. Se o time manter o espírito de luta e entrega até o fim do jogo, dificilmente sairá derrotado do Morumbi, é mais um jogo de vida ou morte, que o torcedor terá que apoiar incondicionalmente.
Foto: Rubens Chiri

Daqui pra frente o lema "Aqui é trabalho meu filho" vai ter que estar na veia de cada jogador Tricolor,  que se doarão uns pelos outros, correndo, suando sangue pelo escudo Tricolor.
O grupo ta unido, ta junto, estão curtindo jogar pelo Tricolor, e isso estamos vendo dentro de campo, resta o torcedor jogar junto, vestir a camisa e encarar cada batalha.

Agora a pergunta para o torcedor, VOCÊ acredita???

EU ACREDITO E MUITO! Sabe poque? PORQUE SOMOS O SÃO PAULO!

Abraços Tricolores.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Em alta, Michel Bastos diz que ficaria surpreso se fosse barrado por Muricy


Meio-campista foi o craque da vitória sobre o Goiás, em partida realizada na última segunda-feira, no estádio do Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro


Destaque na vitória sobre o Goiás por 3 a 0 ao dar as assistências para os gols de Edson Silva, Luis Fabiano e Alan Kardec, Michel Bastos vive ótimo momento no São Paulo. Constantemente elogiado por Muricy Ramalho, o atleta agradou não só pela sua qualidade técnica, mas pelo fato de atuar em várias posições. No Tricolor, ele já jogou como meia, volante, atacante e lateral-esquerdo. Mesmo assim, ainda não pode ser considerado titular inquestionável.

Na quinta-feira, contra o Emelec, o camisa 7 ocupará a vaga de Luis Fabiano. Mas, quando o time estiver completo, ele espera continuar na equipe. Tanto que, ao ser questionado como iria encarar se voltasse ao banco de reservas, não titubeou.

- Não vou mentir, ficaria um pouco surpreso. Quero sempre jogar. Venho trabalhando forte, mostrando um bom futebol. Sempre vou respeitar a decisão do treinador, isso é certo. Mas, pelo que venho fazendo, venho trabalhando, me sentiria um pouco surpreso. Ficaria triste pelo fato de não jogar - afirmou.

Michel Bastos São Paulo (Foto: site oficial / saopaulofc.net)

Michel Bastos mostrou personalidade na entrevista coletiva. Não fugiu de nenhuma pergunta e deixou claro que, apesar dos craques que existem no Tricolor, vai brigar pelo espaço.

- Vim aqui para jogar. Concorrência, quando você joga num clube grande, é normal. É certo. Hoje eu cheguei ao São Paulo com jogadores como Ganso, Pato, Kardec. Para encontrar espaço, só com muito trabalho e dedicação. Vim para ser titular. Estou mostrando que tenho condições para isso. Quem decide é o Muricy - afirmou.


Globo Esporte

Sem descanso: Muricy vai com o que tem de melhor contra o Emelec

Kaká e Rafael Toloi têm retornos garantidos no São Paulo. Denilson e Luis Fabiano, suspensos, serão desfalques. Michel Bastos seguirá na equipe


Jogo na quinta no Morumbi, no domingo em Criciúma, viagem para o Equador na segunda, partida na quarta, volta para o Brasil na noite de quinta, jogo em Salvador no domingo seguinte. A maratona do São Paulo será extensa nas próximas duas semanas. Mas, para o confronto diante do Emelec, no Cícero Pompeu de Toledo, Muricy Ramalho vai escalar o que tem de melhor à disposição. Tudo para tentar vencer e abrir uma boa margem de gols no duelo válido pelas quartas de final da Copa Sul-Americana.

Em relação ao time que enfrentou o Goiás, duas novidades são certas: Rafael Toloi na zaga e Kaká no meio-campo. Em compensação, o treinador não poderá contar com o volante Denilson e com o atacante Luis Fabiano. O primeiro foi expulso diante do Huachipato, no Chile, e terá de cumprir suspensão. Já o segundo estará fora pelo segundo jogo seguido após ter sido punido com três duelos de gancho pelo cartão vermelho recebido diante dos chilenos, na capital paulista.

Muricy Ramalho São Paulo  (Foto: Site Oficial / saopaulofc.net)

No meio-campo, dois jogadores brigam pela vaga de Denilson: Maicon e Hudson, com maiores chances para o primeiro. Se isso acontecer, a tendência é que o segundo seja mantido na lateral direita. Se ele preferir usar Hudson no meio, Paulo Miranda, que também cumpriu suspensão diante do Goiás, entraria na defesa.

Michel Bastos, que foi o craque no triunfo sobre o Goiás, será mantido no time, desta vez na vaga de Luis Fabiano. Com isso, Muricy Ramalho repetirá o esquema com três meias e Alan Kardec como referência no ataque. A tendência é que o São Paulo entre em campo com: Rogério Ceni; Hudson (Paulo Miranda), Rafael Toloi, Edson Silva e Alvaro Pereira; Souza, Maicon (Hudson), Kaká, Paulo Henrique Ganso e Michel Bastos; Alan Kardec.


Globo Esporte

Kaká treina normalmente e garante presença no duelo contra o Emelec

Em compensação, Pato fez apenas fortalecimento muscular e não volta nesta semana. Ele só deverá ficar à disposição para jogo do dia 9, contra o Vitória
Kaká São Paulo (Foto: site oficial / saopaulofc.net)


Ausente da vitória por 3 a 0 sobre o Goiás, na última segunda-feira, pelo Brasileirão, por estar suspenso, o meia Kaká voltará ao time do São Paulo contra o Emelec (Equador), nesta quinta-feira, às 20h15 (horário de Brasília), pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. O camisa 8 reclamou de dores na panturrilha direita após o empate por 0 a 0 com a Chapecoense, quarta-feira passada, e, após realizar tratamento no Reffis, foi a campo nesta terça-feira, treinou normalmente e não reclamou de qualquer incômodo no local.
Kaká trabalhou durante 1h30. Primeiro, participou do trabalho tático realizado em campo reduzido, no qual cada atleta podia dar apenas dois toques na bola. Na sequência, Muricy Ramalho comandou um trabalho de finalização, e o camisa 8 ficou até o final, mostrando bom aproveitamento nos arremates a gol.
O estado físico do meio-campista é uma preocupação constante de Muricy, que ainda não definiu se usará o jogador também no domingo, quando o Tricolor irá a Santa Catarina para enfrentar o Criciúma, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Até porque, na sequência, a delegação viajará para o Equador, onde fará o duelo de volta com o Emelec. O treinador não quer correr o risco de perder um dos seus principais jogadores na reta final da temporada.
Alexandre Pato treino São Paulo (Foto: Divulgação/ saopaulofc.net)

Alexandre Pato ficou no Reffis nesta terça. Liberado pelos médicos para realizar a transição do departamento médico para o gramado, o camisa 11 fez fortalecimento muscular. Ele não tem nenhuma chance de jogar nesta semana. Só deverá voltar ao time no dia 9 de novembro, contra o Vitória, em Salvador, pelo campeonato nacional.


Globo Esporte

Ceni 'fominha' e Denis cobrador de faltas: os últimos dias da transição



Goleiro titular treinou normalmente na linha um dia após bater recorde de vitórias no futebol. Já o reserva, à espera do lugar, treinou faltas exaustivamente


Denis e Ceni - Treino SP (Foto: Ale Cabra/ LANCE!Press)




Conforme o ano de 2014 caminha para o fim, a carreira de Denis começa a "nascer". Esta terça-feira, dia 28 de outubro, trouxe um panorama interessante daquele que será lembrado como um dos episódios mais marcantes da história do São Paulo: o início da era "pós-Rogério Ceni".

Como já adiantado por Muricy Ramalho, Denis, de 27 anos, será o titular da meta com a aposentadoria do Mito, anunciada para o fim deste ano. E o goleiro, reserva desde 2009, vem se preparando para assumir a bronca: ele tem treinado cobranças de falta à exaustão.

E MAIS:
> Volante do São Paulo vê Sul-Americana como o caminho mais fácil
> Por Dentro do Tricolor: Lições de uma segunda-feira no Morumbi
> Matemático diz que goleada encaminha vaga do São Paulo na Libertadores

Foi assim nesta terça. Após o treino com os demais companheiros, o goleiro cumpriu um ritual que já foi de Ceni. Juntou várias bolas em um saco e se dirigiu ao campo mais afastado dos olhos da imprensa no CT da Barra Funda. Ele já pediu à assessoria de imprensa do clube para não permitir registro de seus arremates. Quer a discrição, neste momento tão importante da carreira.

Denis efetuou inúmeros disparos. Para dificultar um pouco as cobranças, já que as metas estavam vazias (nenhum jogador mais estava no campo), ele adiantou a barreira além da posição normal. Ficou cerca de 40 minutos chutando, chutando, chutando.

O camisa 12, no clube desde 2009, vive a expectativa de assumir a titularidade já prometida e recentemente não fazia mais questão de esconder a ansiedade. São anos de espera na cola do mais duradouro jogador de futebol do São Paulo na história: 24 anos de Ceni no clube.

Por tamanho tempo e feitos do Mito, o momento será histórico. Ainda mais porque Ceni, apesar de já ter comunicado a despedida, pouco transparece as mudanças que normalmente acometeriam outros no fim de carreira. Esta terça, por exemplo.

Um dia após tornar-se o jogador com mais vitórias pelo mesmo clube (590), o goleiro treinou com o grupo, no campo, jogando na linha. É o Ceni "fominha", profissional ao extremo, que permitiu jogar por tanto tempo e em tão alto nível.

Enquanto isso, Denis segue esperando. A missão dele será das mais ingratas. O são-paulino mesmo gostaria que esse momento nunca chegasse.

LanceNet

Após atuação de gala, Michel Bastos diz que ficaria surpreso com reserva



Meia do São Paulo deu três assistências na vitória por 3 a 0 sobre o Goiás e, apesar de respeitar as decisões de Muricy, disse que espera ser titular na próxima partida


Huachipato x São Paulo - Michel Bastos (Foto: Martin Bernetti/AFP)




Michel Bastos disse nesta terça-feira, dia seguinte à grande atuação contra o Goiás, que ficaria surpreso caso retornasse ao banco de reservas na próxima quinta-feira, quando o São Paulo enfrenta o Emelec (EQU), no Morumbi, pela Copa Sul-Americana.

- Eu, um pouco (ficaria surpreso), não vou mentir. Venho trabalhando forte, mostrando um bom futebol, e sempre quero jogar. Vou sempre respeitar a decisão do treinador, isso é certo. Mas pelo que venho fazendo, trabalhando, me sentiria um pouco surpreso. Ficaria triste pelo fato de não jogar, mas quem decide é o treinador e temos de trabalhar - afirmou o camisa 7 do São Paulo.

E MAIS:
> Volante do São Paulo vê Sul-Americana como o caminho mais fácil
> Por Dentro do Tricolor: Lições de uma segunda-feira no Morumbi
> Matemático diz que goleada encaminha vaga do São Paulo na Libertadores

Autor de três assistências na vitória do time sobre o Goiás por 3 a 0 na última segunda-feira, Michel ressaltou, no entanto, que se por acaso Muricy Ramalho não optar por ele, vai continuar trabalhando para voltar ao time.

- Se não jogar, vou seguir trabalhando. Levantar a cabeça, dentro de campo, não vou ficar cobrando o treinador aqui, só dentro de campo que a gente mostra mesmo. Temos de respeitar - afirmou.

No próximo jogo, Muricy terá o retorno de Kaká, mas não poderá contar com Luis Fabiano, suspenso pela Conmebol. Assim, a tendência é que Michel permaneça no time, com o quarteto de frente formado por ele, Ganso, Kaká e Kardec.

O camisa 7 é apontado como o substituto ideal para Kaká a partir de 2015, quando o meia irá para o Orlando City (EUA). Porém, Michel não quer perder tempo para assumir seu lugar no time.

- Eu vim aqui pra jogar. Acho que concorrência, quando se joga num clube grande, com grandes jogadores é normal. Cheguei no São Paulo com jogadores como Kaká, Ganso, Pato, Kardec. Vim sabendo que pra encontrar espaços só com muito trabalho, dedicação e bom futebol, é o que venho fazendo. Vim pra ser titular e estou mostrando que tenho condições. Mas depende do Muricy. Se você me perguntar, quero jogar já, independente onde for, estou trabalhando pra isso. Desde já ser titular - declarou.

LanceNet


Volante do São Paulo vê Sul-Americana com chance maior de faturar um título


Souza afirma que em chances de título, considera a competição continental mais fácil que o Campeonato Brasileiro, onde o líder Cruzeiro está a cinco pontos do Tricolor





Souza - Treino do São Paulo (Foto: Reginaldo Castro/LANCE!Press )




O volante Souza, do São Paulo, quer terminar a temporada com pelo menos um título para comemorar. O Tricolor ainda disputa o Campeonato Brasileiro, onde é vice-líder com 56 pontos, cinco atrás do Cruzeiro. Mas é na Sul-Americana que o meio-campista vê o caminho mais fácil para terminar a temporada com um título.

- Pra mim o caminho mais facil é a Sul-Americana, porque o Cruzeiro tem uma vantagem grande sobre a gente. Mas não tem como focar só a Sul-Americana. Então não tem como, mas temos um elenco bom e a gente consegue manter um bom nível - disse em entrevista ao SporTV.

E MAIS:
> Matemático diz que goleada encaminha vaga do São Paulo na Libertadores
> São Paulo é único clube que pode tirar taça do Cruzeiro, diz especialista


O São Paulo enfrenta nesta quinta o Emelec (EQU) pelo primeiro jogo das quartas de final. No Brasileirão, o time entra em campo novamente no próximo domingo, para enfrentar o Criciúma fora de casa. Apesar de ver a Sul-Americana mais fácil, Souza ainda acredita que o time possa ultrapassar a Raposa.

- Temos condições de ser campeões, mas o Cruzeiro tem uma regularidade boa, mesmo não ganhando, vem empatando ou merecendo vencer, a gente sabe que não é fácil - disse o jogador, que vê o clima do grupo bom para a disputa das duas competições.

- Estamos com um ambiente bom para continuar bem tanto no Brasileiro como na Sul-Americana. Vamos manter esse segundo lugar e tentar se distanciar o máximo do quinto colocado, para ter segurança da (vaga na) Libertadores e torcer para o Cruzeiro tropeçar - completou Souza.

Se passar do Emelec nnas quartas de final da competição continental, o Tricolor irá enfrentar na semi o Nacional de Medelín, da Colômbia, ou o Universidad César Vallejo, do Peru.


LanceNet

Matemático diz que goleada encaminha vaga do São Paulo na Libertadores



Membro da Academia LANCE!, Tristão Garcia diz que rendimento são-paulino como mandante tem sido maior do que adversários diretos na vaga por G4 do Brasileiro


Alan Kardec e Luis Fabiano - São Paulo x Goiás, Campeonato Brasileiro (Foto: Ale Cabral/LANCE!Press)



A vitória acachapante do São Paulo sobre o Goiás, segunda-feira,não teve apenas como consequência o aumento das esperanças do título acabar a temporada no Morumbi. De acordo com o membro da Academia LANCE!, Tristão Garcia, a presença do Tricolor paulista na Copa Libertadores da América de 2015 está cada vez mais garantida.

- O São Paulo está encaminhando sua vaga. Trata-se do time que mais tem se mostrado estável ao lado do Cruzeiro, principalmente quando joga em casa, e teve uma arrancada muito grande neste Segundo Turno. Há pouco tempo, o Tricolor paulista estava em sétimo!

E MAIS

> São Paulo é o único clube que pode tirar título brasileiro do Cruzeiro

> Ceni: 'Quero parar campeão'

> MAURO BETING: 590 CENIS




VIDEO:

> De olho no Cruzeiro, Muricy coloca São Paulo na briga por título

Para o matemático, os resultados da 31ª rodada do Brasileirão pouco afetaram na busca pelo G4 do Brasileirão.

- São Paulo, Atlético-MG, Internacional e Fluminense venceram em casa, que é um resultado "obrigatório". Empate fora de casa, como os de Cruzeiro, Corinthians e Coritiba, são resultados "esperados", e não podem ser considerados tropeços. As chances são praticamente as mesmas.

De acordo com o site Infobola, o Cruzeiro está 99% na Libertadores. Já o São Paulo aumentou suas possibilidades para 83%. Completando as chances matemáticas do G4, o Atlético-MG tem 61% de chances, e o Corinthians está com 56%. Completando os clubes, o Inter tem 45%, seguido de Grêmio, com 30%, Fluminense, com 23% e Santos, com 3%.



LanceNet

Ceni tem mais gols que conhecidos atacantes do futebol europeus na temporada


Francês L'Équipe mostra número de gols feitos pelo goleiro artilheiro nos últimos 28 jogos. Marca é maior que a de Fernando Torres e do brasileiro Lucas, por exemplo




Rogério Ceni (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)




O recorde conquistado pelo ídolo do São Paulo Rogério Ceni teve destaque no site do jornal francês L'Équipe nesta terça. O goleiro alcançou a marca de 590 vitórias por um único time e se tornou o jogador com maior número de triunfos no mundo na partida da última segunda-feira contra o Vitória (3 a 0). A publicação comparou o número de gols que Rogério fez nos últimos 28 jogos que disputou com o de alguns conhecidos atacantes que atuam no futebol europeu e mostra vantagem do camisa 01 são paulino.

Nas últimas 28 partidas que disputou, Ceni fez oito gols. O espanhol Fernando Torres, atualmente no Milan, fez sete gols nas mesmas 28 partidas. Pandev, do Galatasaray, fez os mesmos sete gols de Torres, mas em 29 partidas. O brasileiro Lucas, que saiu recentemente do São Paulo para o PSG, da França, fez cinco gols em 36 jogos.

E MAIS:
> Imprensa internacional exalta recorde mundial de Rogério Ceni
> São Paulo é único clube que pode tirar taça do Cruzeiro, diz especialista

LANCE!TV:
> Antonio Carlos tenta afastar perigo e leva Souza ao nocaute > De olho no Cruzeiro, Muricy coloca São Paulo na briga pelo título> Muricy revela teor de conversa com Luis Fabiano na preleção> São Paulo vence Goiás com tranquilidade e mantém caça ao líder

Outros jogadores também aparecem na lista: André Ayew, do Olympique de Marseille tem seis gols em 25 jogos, número idêntico ao de Roque Santa Cruz, que joga no Málaga. Com cinco gols aparecem Divock Origi, com 30 jogos pelo Lille e Brandão, em 26 jogos defendendo o Sporting Club de Bastia.

Rogério Ceni também é o jogador que mais partidas fez por um único time de futebol. Ao todo, o goleiro defendeu a camisa do São Paulo em 1136 oportunidades.



LanceNet