quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Hoje será na raça e na bola!

Fala Nação Tricolor,
Todo mundo preparado para fortes emoções hoje? Espero que sim, porque será mais uma batalha para nós e para os jogadores.
O time do Nacional não deverá vir para brincar, e jogará com mais força que no primeiro jogo. Basta o São Paulo ter a cabeça no lugar, jogar sempre no campo adversário, e não dar espaço para nenhum tipo e reação, vai ter que ser estilo boxe, prender o adversário no corner e bater até ele cair.
O Morumbi estará lotado, e será um inferno em Preto, Branco e Vermelho, isso vai empurrar e muito os jogadores, e que com certeza irão correr e dar a vida dentro de campo.

Vamos ao jogo de hoje:
Copa Sul-Americana - Semifinal
Jogo: SÃO PAULO x Atlético Nacional
Arbitro: Roddy Zambrano
Bandeiras: Christian Lescano e Byron Romero
Último confronto: Atletico Nacional 1 x 0 SÃO PAULO (19/11)

Hoje é dia que o coração fica apertado o dia todo, que as horas não passam, tudo isso pela ansiedade de ver o Tricolor em campo, então vamos aquecendo até a hora do jogo.
O São Paulo vem pro Morumbi com a desvantagem no placar, porem com a vantagem de decidir o segundo jogo em casa, e com a força da torcida que comparecerá em peso no Sacrossanto Tricolor.
Os jogadores estão pilhados com o primeiro jogo, nosso técnico Muricy terá que trabalhar a parte psicológica do time antes de entrar em campo, pois o time adversário bateu e muito na equipe tricolor. Vamos torcer para o juizão não atrapalhar o espetáculo de hoje.
Vamos com força total para o jogo, Alan Kardec e Alexandre Pato se recuperaram e estão a disposição de Muricy, vamos ter o ataque completo hoje, isso significa gols para o São Paulo.
Muricy manterá o mistério da escalação até a hora do jogo, mas acredito que teremos um time mais ofensivo, veremos.
Promessa de um bom jogo, e que o vencedor e o finalista seja nosso Tricolor.

O provável time será:

Rogério Ceni; Hudson, Rafael Toloi, Edson Silva, e Álvaro Pereira (Michel Bastos); Denílson, Souza, Paulo Henrique Ganso e Kaká; Luis Fabiano (Michel Bastos) e Alan Kardec.

Sempre lembrando, NÓS SOMOS O SÃO PAULO e não tremeremos jamais.


Abraços Tricolores.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Quarta-feira é Morumbi LOTADO!!!!



Salve nação Tricolor,

A derrota de quarta-feira contra o Nacional de Medelin deixa o São Paulo em desvatagem mas não tira de forma alguma as chances de se classificar quarta que vem aqui no Morumbi. 1x0 é um placar totalmente aceitavel fora de casa, e até porque o gol foi resultado de um erro do juíz e depois da zaga.

É fato que o time não mostrou o seu melhor futebol. Kaká não jogou nada, nem Pato, nem Ganso, e Luís Fabiano nem encostou na bola, podíamos até ter perdido de mais. O Juíz deu umas mancadas, como sempre. O time também sentiu muito o cansaço no segundo tempo, que o impossibilitou de buscar o resultado. Mas na quarta-feira o time tem tudo para jogar melhor e sair com a vitória.

Muricy já confirmou que levará um time misto para o clássico, pois os jogadores precisam descançar. Já que o Cruzeiro praticamente já pegou a taça não temos mais chances de título, e só pra previnir, a vaga na Libertadores já está quase que garantida. Lembrando que o título da Copa Sul-americana só da vaga na Pré-Libertadores, o que é uma sacanagem.

Rogério Ceni já pediu, outros jogares também e a mídia já reforçou, mas eu venho aqui também pedir para que na quarta-feira que vem, lotemos o Morumbi. Temos que carregar esse time, que vem lutando e se arrastando em campo para buscar esse título, que será talvez o último do M1TO, não tem motivo melhor que este para ir ao estádio, temos que ajudar o Mito a levantar mais uma taça! Infelizmente não poderei comparecer ao Morumbi na quarta, mas meu coração estará lá, e como são-paulina fanática que sou, faço aqui quase que um apelo para que todos os torcedores façam aquele lugar ferver e levem o time pra vitória, rumo à final, é hora de também fazermos a nossa parte. Compre já o seu ingresso!  60 mil no Morumbi, eu acredito nessa torcida!


Abraços, até semana que vem!




Me siga nas redes sociais e mande sua foto quarta que vem lá do Morumbi:
Twitter: @Juuhmb_
Instagram: @juhmbastos

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Batalha Campal em Medelim

Fala Nação Tricolor,
Hoje o MAIOR DO MUNDO tem mais uma batalha na Copa Sul-Americana, o time viajou para Medelim na Colômbia, para o primeiro jogo da Semifinal.
Será um jogo muito duro, pois o time terá que encarar o adversário em campo, e superar a torcida do Nacional, que fará uma pressão absurda pra cima do esquadrão Tricolor.



                                                                       spfcemcartaz

Vamos ao jogo de hoje:
Copa Sul-Americana- Semifinal
Jogo: Atlético Nacional x SÃO PAULO
Arbitro: Daniel Fedorzuck
Bandeiras: -

Possivelmente o jogo mais difícil do Tricolor no ano, em um estádio que será um caldeirão essa noite, e fará uma pressão gigante para cima do elenco São Paulino. O time tem experiência e maturidade para suportar a pressão e trazer um belo resultado para o jogo de volta dentro do MORUMBI.
Seria muito importante fazer 1 ou 2 gols hoje, para trazer um resultado mais tranquilo, e poder entrar em campo no segundo jogo sem muita pressão, e impor o nosso jogo em casa. Porem, uma derrota simples hoje não joga todo o trabalho no lixo, esse time já mostrou poder de reação, e que pode reverter um placar não muito bom.
É importante os jogadores manterem a cabeça no lugar, pois será um jogo muito pegado e desleal por parte dos colombianos, e não podemos perder peças para o segundo jogo.

A possível escalação Tricolor será:

Rogério Ceni, Hudson, Rafael Tolói, Edson Silva e Álvaro Pereira (Michel Bastos); Denílson, Souza, Paulo Henrique Ganso e Kaká: Alan Kardec e Luis Fabiano.

O clima entre os jogadores é muito bom, e tenho certeza que eles vão entrar sabendo que NÓS SOMOS O SÃO PAULO!

Abraços Tricolores.


domingo, 16 de novembro de 2014

Vitória importante contra um velho freguês.






Primeiramente quero dizer que me recuso a falar que esse foi o ultimo clássico do M1TO no Morumbi, tenho informações seguras de que ele vai renovar o contrato até 2067 e vai deixar de lado de uma vez por todas essa ideia de aposentadoria.
Em relação ao jogo, mais uma vez o tricolor jogou de maneira inteligente, pressionou na hora certa, dosou a intensidade se poupando fisicamente e correu poucos riscos na zaga, foi uma vitória justa e segura.
A novidade em relação ao jogo de quarta passada foi o retorno de Rafael Tolói na zaga, Muricy por sua vez confirmou o que vinha sinalizando durante a semana e manteve o Fabuloso no ataque, mesmo com a volta de Alexandre Pato. O treinador foi pouco feliz nas escolhas né?
Fabuloso foi o nome do primeiro tempo, mais uma vez participou muito do jogo, se movimentou e fez o que lhe é de ofício, o gol.
 Desde o início o tricolor mandou na partida, antes mesmo de abrir o placar o time já tinha perdido uma chance claríssima de gol em uma cabeçada que obrigou Fernando Prass a fazer bela defesa.
Essa superioridade veio a tona aos 21 min do primeiro tempo em um golaço do Fabuloso que aproveitou cruzamento de Hudson pela direita.
O jogo ficou totalmente favorável ao tricolor, o meio campo tinha espaço para sair tocando e criar chances claras como aconteceu em dois lances desperdiçados pelo Alan Kardec, o gol naquele momento seria importante para o time poder se desgastar menos no segundo tempo.
Segundo tempo que foi todo de Rafael Tolói, não perdeu nenhuma divida, saiu jogando sempre com qualidade além de marcar o gol que definiu a partida, mesmo com as vitórias em sequência o time vinha sentindo falta do zagueiro, hoje foi nítida a melhora desse setor da equipe e até Edson Silva parece ter jogado mais tranquilo com a volta do seu parceiro de zaga.
Como era de se esperar o adversário veio com uma postura mais agressiva para a segunda etapa,mas devido a pouca qualidade no ataque, não fez o tricolor correr muitos riscos mesmo com o tricolor pecando na saída de bola, errando muitos passes e não conseguindo encaixar os contra ataques.
Aos 33 minutos veio o gol que sacramentou a vitória tricolor, Tolói acertou um belo chute após desvio de cabeça de Edson Silva e foi premiado pela grande partida que fez.
O terceiro só não saiu devido a pouca categoria de Osvaldo que perdeu um gol incrível no final do jogo.
Mais uma vitória segura desse time que vêm se superando nessa reta final de temporada, nossa obrigação até o fim do ano é de apoiar incondicionalmente esse elenco que tanto vêm se sacrificando nos últimos meses.

Boa noite, nação tricampeã do mundo!

sábado, 15 de novembro de 2014

Foco no clássico

Salve nação Tricolor,

O São Paulo perdeu mais uma chance de ficar encostado no líder e sufocá-lo. No jogo de quarta-feira a culpa de não termos ficado com 3 pontos é do juiz, que nos assaltou.  As falhas graves de toda equipe, principalmente do árbitro Heber Roberto Lopes e do assistente Kleber Lúcio Gil, podem ter custado o campeonato. O clube entrou com um pedido junto à CBF para barrar Lopes de seus jogos.

Mas o fato é que o jogo já passou e a burrada já foi feita, agora é esquecer e focar no próximo jogo, que é um "clássico" contra o Guarani da capital - mais conhecido como Palmeiras. 

No jogo contra o Inter foi nítido o cansaço sentido pelo time no segundo tempo. A agenda apertada e a falta de tempo para treinar é responsável por isso, o que pode prejudicar muito o time agora no final. Em entrevista no final do jogo Luís Fabiano confessou que buscar o título vai ficar difícil, mas que vão garantir a vaga na Libertadores.

Para o jogo de amanhã as 19:30, Muricy terá a Rafael Toloi e Alexandre Pato que se recuperaram de lesão. Ganso que saiu com dores no joelho do jogo da quarta também está confirmado. Os desfalques são Maicon lesionado, Álvaro Pereira na seleção uruguaia e Lucão que fraturou o pé esquerdo.

Os confirmados são: Rogério Ceni, Denis e Renan Ribeiro, Michel Bastos, Auro, Reinaldo e Luis Ricardo, Antonio Carlos, Paulo Miranda, Edson Silva e Rafael Toloi, Denilson, Souza e Hudson, Boschilia, Kaká e Paulo Henrique Ganso, Luis Fabiano, Alexandre Pato, Osvaldo, Ewandro, Alan Kardec e Ademilson.


Grande abraço, até mais.

domingo, 9 de novembro de 2014

Ainda estamos vivos. Nunca duvide do time da fé!







O roteiro foi o mesmo dos últimos jogos, cansaço, viagem, desfalques e o M1TO fechando o gol. Mas o maior destaque desta partida foi a força do elenco tricolor, o grupo formado por Muricy está demonstrando em campo o companheirismo que podemos perceber nos bastidores, o time vêm superando o desgaste com entrega total dos jogadores e esse vêm sendo o fator principal nessa sequência de bons resultados.
Hoje por exemplo, Muricy resolveu poupar Kaká, Michel Bastos, Alan Kardec e Paulo Miranda e o time mesmo assim teve o controle do jogo dando a impressão de que levaria os 3 pontos do Barradão, podemos dizer que o tricolor têm uma filosofia de jogo que parece ter sido muito bem assimilada pelo elenco e apesar da técnica inferior dos jogadores que substituem os poupados, o nível da performance do time como um todo não fica comprometido.
Com o gol do Fabuloso logo no inicio, o tricolor conseguiu ditar o ritmo do primeiro tempo com posse de bola, só não ampliou o placar pela deficiência de Ademílson nas finalizações e nas jogadas de linha de fundo, ele e Osvaldo não davam sequência as jogadas geniais do Ganso, além de não acompanhar o desempenho do nosso camisa 9, o destaque individual da partida.
Mais uma vez o Fabuloso provou que pode ser importante para o time, hoje além de ajudar na marcação, se movimentou e segurou a bola no ataque, permitindo a aproximação do meio campo e além de cumprir seu papel de matador no primeiro gol, deu um passe açucarado para Kaká fazer o segundo e recolocar o São Paulo a frente no marcador.
No setor defensivo tivemos alguns problemas principalmente nas jogadas laterais, onde Alvaro Pereira sofria com os avanços de Nino e Auro tinha dificuldade para marcar os atacantes que caiam nas suas costas pela direita, casos de Edno e Dinei.
O time baiano teve boas chances de gol e em determinados momentos chegou a pressionar o tricolor, fato bem compreensível dado o cansaço do nosso time e o momento complicado que o rubro negro baiano atravessa, mas nesses momentos aparecia nosso M1TO que salvou o tricolor por três vezes só no segundo tempo, sendo que em uma dessas ocasiões fez duas defesas fantásticas na sequência, com chutes a queima roupa quase da pequena área. No lance seguinte sofremos o gol de empate em um chute no angulo do zagueiro Kadu, sem chances para o M1TO.
Muricy se viu obrigado nesse momento a colocar alguns dos poupados e promoveu as entradas de Michel Bastos e Kaká nos lugares de Ademilson e Osvaldo, dando mais qualidade ao ataque em um momento que via o adversário crescer na partida.
As substituições fizeram o tricolor retomar o controle da partida e criar oportunidades de gols que pararam nas boas defesas do goleiro Wilson, em chutes de fora da área de Ganso e Denílson.
Após o segundo gol (que saiu em uma falha bizarra de Roger Carvalho), Muricy colocou Paulo Miranda no lugar de Auro para proteger o lado direito e o restante da partida só não foi mais tranquilo por que o M1TO ainda fez mais um milagre depois de um chute de Willie, tirando esse lance a defesa segurou bem as investidas desesperadas do time baiano.
Conseguimos 3 pontos importantíssimos e não temos motivos para deixar de acreditar nos títulos da Sulamericana e do Brasileiro, nosso elenco além de qualidade vêm mostrando muita alma nesse momento decisivo das competições que disputamos, agora é fazer o dever de casa na quarta contra o abalado Internacional e esperar prováveis tropeços do Cruzeiro que têm jogos complicados fora de casa nas próximas duas rodadas.

Saudações, nação tricampeã mundial!

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

TIME DE GUERREIROS!!!




Salve nação Tricolor,

Depois de uma classificação desgastante e emocionante que foi contra o Emelec pela Sul- americana, o São Paulo já esta pensando no jogo domingo pelo campeonato Brasileiro contra o Vitória, em Salvado. Pois é, lá vem mais uma viagem. E diferentemente das outras partidas o técnico Muricy Ramalho deve poupar alguns titulares. É pouco tempo pra muita dúvida na cabeça de Muricy.

A comissão técnica está preocupada com o desgaste físico dos jogadores, pela maratona de jogos e viagens. E para evitar a perda de atletas por lesões bem nessa reta final em jogos importantes, Muricy deve poupar os jogadores que vêm atuando em consecutivos jogos, e por isso estão mais esgotados fisicamente. E como ele diz, com este calendário a cada jogo eles vão perdendo um jogador.

Para conseguir enfrentar o resto da maratona, bem, até o final dos campeonatos, é preciso descansar e tentar recuperar os jogares o máximo possível, e também acaba sendo um problema de logística.

Muricy disse que levará todos os jogadores disponíveis para BA, mas Kaká, Kardec e Souza são as maiores dúvidas do técnico. Pato e Toloi devem ficar mais uns dois jogos fora, e jogares com pouco espaço no time ultimamente podem entrar como titulares, como Luís Fabiano, Reinaldo, Boschilia, Ademilson, Ewandro e até Osvaldo.

E o que podemos falar do M1TO que aos 41 anos continua jogando barbaridades, mesmo com toda essa maratona, e  ainda aparecendo pra nos salvar nos momentos mais essenciais. O desgaste, as dores, o cansaço, a idade, NADA faz ele nos abandonar e desfalcar o time. Ele faz tudo pelo título, tudo pela glória, tudo por história, tudo por nós. Fominha não, ele sabe a importância que tem pro time e pra torcida. Simplesmente um líder, um herói, o jogador, o goleiro, o m1to, realmente o CARA.

Mas vamos assim, aos trancos e barrancos pra cima do Vitória. Pra tentar abocanhar mais este título é só seguir fazendo a nossa parte dentro de campo, e torcer por um tropeço da raposa, e daqui, fora de campo vamos emanando energias positivas pra esse time de verdadeiros GUERREIROS. 


Saudações, até mais.

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Jogo racional

Fala Nação Tricolor,
Estou em uma viagem fora do país, nessa é na outra semana, e estou escrevendo a coluna de hoje pelo celular.
Vou tentar ser breve e pontual.
O São Paulo vai até Guayaquil para enfrentar o Emelec, depois do primeiro jogo com o placar de 4x2 para o MAIOR DO MUNDO, o Tricolor vai para o segundo jogo das Quartas de final com a vantagem numérica e a vantagem de jogar no contra-ataque.
O São Paulo precisa de um gol, para complicar a vida dos Equatorianos, e poder jogar om tranqüilidade.
Será um jogo muito corrido, principalmente pro lado da defesa do Tricolor, que terá que segurar a correria do time local.
O São Paulo tem tudo para sair com a classificação, e ir rumo a semi-final, o time tem que ser racional, e não cair na catimba dos adversários. Lembrando, NÓS SOMOS O SÃO PAULO.

Peço desculpas por não conseguir fazer o pré-jogo de sempre.

Abraços tricolores.

domingo, 2 de novembro de 2014

Vitória fundamental e com sofrimento além do esperado.




Tudo bem que era jogo fora de casa, contra um adversário encardido que têm uma torcida inflamada e etc, mas quem viu o jogo e principalmente o segundo tempo, viu que o tricolor correu um risco desnecessário. O preciosismo e o exagero na cadência do ritmo da partida quase fizeram com que uma vitória tranquila fosse pelo ralo, o que seria terrível para as pretensões do time no campeonato.
Com Kaká poupado e Pato ainda machucado, Muricy optou pela manutenção de Michel Bastos e pela entrada do Fabuloso no ataque, novamente formando dupla com Alan Kardec. O time também sofreu alteração na zaga onde Lucão atuou no lugar do Antônio Carlos.
Não tinha muito mistério, a receita pra ganhar o jogo era colocar a bola no chão e fazer a superioridade técnica do tricolor prevalecer contra um time que viria desesperado por estar no Z4, porém, o começo da partida assustou a torcida, com a equipe catarinense pressionando o tricolor que por sua vez mal conseguia passar da intermediária. Mas conforme o tempo foi passando, o São Paulo começou a se sentir mais a vontade no jogo, achando espaços no meio campo onde Maicon aparecia com liberdade para trocar passes com Ganso e Michel Bastos. 
Minutos depois de o M1TO quase ter aberto o placar em uma cobrança de falta, o tricolor saiu na frente com um gol de cabeça de Edson Silva, o zagueiro que vêm sendo um dos jogadores mais regulares do elenco são paulino. O gol trouxe tranquilidade, até demais, a equipe do Morumbi que enfim controlava o jogo no Heriberto Hulse,
O segundo tempo começou da mesma forma que terminou o primeiro, com o jogo a feição do São Paulo que nos contra ataques tinha a faca e o queijo na mão para definir o jogo.
Mas ai bateu aquele sono na equipe e as chances de gol eram desperdiçadas devido ao excesso de toques e falta de objetividade do nosso setor ofensivo, sempre tinha aquele passe a mais, aquela penteada na bola e falta de seriedade para matar a partida, a impressão que se dava é de que o time se poupava para o jogo de meio de semana pela Sulamericana.
Isso quase custou caro, os catarinenses que já haviam ameaçado a meta tricolor, chegaram ao empate em uma falha da zaga são paulina que deixou três jogadores do tigre cara a cara com o M1TO, depois de um cruzamento despretensioso na área. 
Tomamos gol do possante Souza, aquele mesmo que passou por Flamengo, Corinthians, Bahia entre outros, sem ter deixado saudade em nenhum desses clubes. 
Muricy que já havia substituído Maicon com torção no joelho por Souza, resolveu mexer no ataque, colocando Ademilson e Osvaldo nos lugares do Fabuloso e Michel Bastos. 
O time cresceu após as mexidas e voltou a criar oportunidades, principalmente pelas jogadas laterais onde explorava a velocidade dos atacantes que tinham acabado de entrar. 
Foi assim que nasceu o gol salvador, depois de uma jogada de Ademilson que colocou a bola na cabeça de Kardec, o atacante se redimiu da chance que havia perdido minutos antes e colocou novamente o tricolor na frente do placar. O adversário se abateu e pouco ameaçou nos minutos finais.
Vitória importantíssima, fechando uma semana desgastante porém perfeita que nos manteve com chances de titulo nas duas competições do segundo semestre. O caminho ainda é longo, mas o sonho de se despedir do M1TO com um título continua vivo e possível, com fé e contando com a força do nosso elenco, temos tudo para conseguir isso!

Boa noite, nação tricampeã mundial!